Esporte

Após bater Uruguai, México encara Jamaica em reedição da final da Copa Ouro

08/06/2016 17h22

Los Angeles (EUA), 8 jun (EFE).- Com o moral elevado depois de ter estreado com vitória sobre o Uruguai por 3 a 1 no último domingo, o México buscará a classificação antecipada para as quartas de final da Copa América nesta quinta-feira enfrentando a Jamaica no estádio Rose Bowl, em reedição da final da Copa Ouro do ano passado.

Sob o comando do técnico colombiano Juan Carlos Osorio, seleção da América do Norte vem gerando empolgação em sua torcida. Desde que o ex-treinador do São Paulo assumiu a equipe, em outubro, foram seis vitórias em seis partidas.

Do outro lado está um adversário obrigado a ao menos empatar depois de ter perdido para a Venezuela na primeira rodada. E é justamente dessa pressão sobre os 'Reggae Boyz' que Osorio quer se aproveitar. "O resultado anterior os obrigará a dar tudo neste jogo, e podemos tirar vantagem", comentou o colombiano.

No ano passado, ainda sob as ordens do técnico Miguel Herrera, a 'Tricolor' enfrentou a Jamaica na decisão da Copa Ouro, na Filadélfia, e venceu por 3 a 1, conquistando o título da competição da Concacaf pela sétima vez.

No papel, o México é superior tanto pela qualidade quanto pela maior bagagem do elenco. Nem por isso, o time dirigido por Osorio acredita que terá vida fácil em Pasadena.

"Enfrentar um adversário como a Jamaica tem seu grau de dificuldade. Teremos de manter a posse de bola e precisaremos ser certeiros na frente", comentou o atacante Raúl Jiménez.

Osorio deverá realizar três alterações na formação inicial em relação à vitória sobre o Uruguai, uma delas forçada. O meia Guardado foi expulso diante da 'Celeste' e será substituído por Lozano.

Além disso, o técnico deverá abrir mão do esquema com três zagueiros, com a saída de Rafa Márquez para a entrada de Dueñas. No gol, Ochoa provavelmente retomará a titularidade, após dois jogos sendo reserva de Talavera.

O duelo no Rose Bowl poderá ser especial para 'Chicharito' Hernández. O atleta do Bayer Leverkusen já marcou 44 gols com a camisa do México e está a dois do maior artilheiro da história da seleção, Jared Borgetti.

Na Jamaica, o objetivo é derrubar o coincidência desagradável. A seleção centro-americana disputou quatro partidas de Copa América até hoje, três em 2015 e uma neste ano, e perdeu todas por 1 a 0.

Os 'Reggae Boyz' terão duas ausências importantes, uma delas a do volante Rodolph Austin, expulso no revés diante da Venezuela. A outra é do técnico Winfried Schäefer, excluído pela arbitragem no fim de semana.



Prováveis escalações:.

México: Ochoa; Araújo, Reyes, Moreno e Layún; Dueñas, Herrera, Lozano e Jesús Manuel Corona; Aquino e 'Chicharito' Hernández. Técnico: Juan Carlos Osorio.

Jamaica: Blake; Hector, Morgan, Watson e Mariappa; Lawrence, Taylor, McAnuff e Donaldson; Barnes e McCleary. Técnico: Winfried Schaefer.

Árbitro: Wilton Sampaio (Brasil), auxiliado pelo argentino Gustavo Rossi e pelo colombiano Alexander León.

Estádio: Rose Bowl, em Pasadena.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo