Topo

Esporte

Campeão olímpico, britânico congelará esperma antes de vir aos Jogos do Rio

08/06/2016 10h10

Londres, 8 jun (EFE).- O britânico Greg Rutherford, atual campeão olímpico do salto em distância, congelou amostras de esperma devido ao medo de ser infectado pelo vírus da zika durante o período em que estiver no Rio de Janeiro durante os Jogos Olímpicos.

A revelação foi feita em texto publicado nesta quarta-feira, pela mulher do atleta, Susie Verrill. A decisão foi tomada em virtude das notícias de problemas envolvendo bebês, que são expostos ao vírus durante o período de gestação.

No mes passado, 150 especialistas assinaram carta aberta a Organização Mundial da Saúde (OMS) e ao Comitê Olímpico Internacional, cobrando que os Jogos Olímpicos fossem adiados ou a sede alterada.

A resposta da entidade esportiva e dos integrantes do comitê local é a de que o risco é "muito baixo ou inexistente" para atletas e torcedores que vierem ao Rio de Janeiro em agosto.

Rutherford tem um filho, Milo, que não virá ao Rio de Janeiro, por preocupação com a zika.

"As notícias nos deram uma preocupação sem fim", escreveu Verrill, em um artigo publicado pela revista "Standard Issue".

A mulher do saltador garantiu que a opção pelo congelamento do esperma de Rutherford foi tomada após conversas com médicos.

"Gostaríamos muito de ter outros filhos. Eu não gostaria de me expor a uma situação que pode ser prevenina", garantiu Verrill, no texto.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte