Esporte

Greves na França preocupam organizadores da Eurocopa

08/06/2016 15h37

Paris, 8 jun (EFE).- O presidente do Comitê Organizador da Eurocopa, Jacques Lambert, reconheceu nesta quarta-feira que existe uma "inquietação" com o impacto dos diferentes movimentos de greve que há na França, faltando apenas dois dias para o início do torneio continental.

"Não temos mais informações do que ninguém e nenhum controle sobre o que acontece. Estamos preocupados porque atrapalha a mobilidade das equipes, a organização de pessoal, árbitros e torcedores. As coisas não estão indo como gostaríamos", lamentou.

Lambert revelou que os responsáveis pelo setor de transporte estão "passando o tempo anulando passagens e mudando planos" e que a situação pode piorar com a greve dos pilotos da Air France, programada para acontecer a partir do próximo sábado.

"Tentamos nos adaptar aos acontecimentos (...), mas não é bom para nós. Sinto muito, mas é algo que não podemos controlar", admitiu.

Vários setores do país estão sendo afetados por movimentos grevistas contra a reforma trabalhista do governo de François Hollande ou negociações internas dentro das empresas.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo