Esporte

Irlanda quer apagar má impressão de 4 anos atrás na Eurocopa da França

08/06/2016 19h56

Dublin, 8 jun (EFE).- A Irlanda, que sempre foi conhecida pelas defesas quase intransponíveis, desembarca na França para a edição deste ano da Eurocopa querendo apagar o desempenho de 2012, quando caiu na fase de grupos após perder três vezes e sofrer nove gols.

A missão da seleção comandada por Martin O'Neill, no entanto, não será nada simples, já que os adversários no grupo E serão, na ordem, a perigosa Suécia, de Zlatan Ibrahimovic, a sensação Bélgica e a tradicional Itália.

Quatro anos atrás, os irlandeses também foram sorteados para uma chave complicada. Perderam para Croácia por 3 a 1, Espanha por 4 a 0 e também para a 'Azzurra' por 2 a 0. Os nove gols sofridos quase superaram o acumulado pela equipe nacional em três edições da Copa do Mundo, em 1990, 1994 e 2002 (10 gols).

O elenco para esta edição passou por uma profunda reformulação, tanto que apenas dez jogadores que estiveram na edição de Polônia e Ucrânia estarão de volta, entre eles os veteranos Shay Given, John O'Shea e Robbie Keane, três pilares da equipe, apesar de o primeiro ter perdido a posição de titular para Darren Randolph.

A principal mudança, no entanto, foi na filosofia, especialmente com a chegada de Roy Keane, ícone do futebol irlandês, que se tornou auxiliar-técnico. Frequentemente duro nas declarações, o ex-Manchester United chamou atletas e torcedores de "conformistas".

Para o ex-meia, a falta de ambição sempre foi a maior barreira para a conquista de grandes resultados pela seleção. O discurso é voltado, especialmente, para jovens que começaram a ganhar espaço após a chegada de O'Neill, três anos atrás.

Entre os destaques do elenco que têm menos de 30 anos estão o lateral-direito Seamus Coleman, que virou alvo de diversos gigantes do futebol inglês, e o meia James McCarthy, um dos principais articuladores do time.

O grande destaque da lista é o meia-atacante Shane Long, de 29, que pertence ao Southampton e tem a contratação disputada pelo surpreendente campeão inglês, Leicester, e o Liverpool. O atleta é titular absoluto para O'Neill.

Apesar da tentativa de ser mais ofensiva, a Irlanda seguirá apostando no sistema defensivo mais sólido e em uma filosofia de jogo baseada no aspecto físico e na coletividade. A estratégia vem dando certo, já que, desde o início de 2015, em 12 partidas, só sofreu uma derrota - para a Polônia, nas Eliminatórias para a Eurocopa.



Confira a lista de convocados da Irlanda para a Eurocopa:.



Goleiros: Shay Given (Stoke City/ING), Darren Randolph (West Ham/ING) e Keiren Westwood (Sheffield Wednesday/ING).

Defensores: Cyrus Christie e Richard Keogh (Derby County/ING), Ciaran Clark (Aston Villa/ING), Seamus Coleman (Everton/ING), Shane Duffy (Blackburn/ING), John O'Shea (Sunderland/ING) e Stephen Ward (Burnley/ING).

Meias: Robbie Brady (Norwich/ING), Wes Hoolahan (Norwich/ING), Jeff Hendrick (Derby County/ING), James McCarthy (Everton/ING), James McClean (West Ham/ING), Aiden McGeady (Sheffield Wednesday/ING), David Meyler (Hull City/ING), Stephen Quinn (Reading/ING) e Glenn Whelan (Stoke City-ING).

Atacantes: Robbie Keane (Los Angeles Galaxy/EUA), Shane Long (Southampton/ING), Daryl Murphy (Ipswich/ING) e Jon Walters (Stoke City/ING).



Time base: Randolph; Coleman, Keogh, O'Shea e Brady; Walters, Whelan, McCarthy, Hoolahan e Hendrick; Long. Técnico: Martin O'Neill.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo