Esporte

Romênia volta aos grandes torneios com velho técnico e muita aplicação tática

08/06/2016 19h59

Bucareste, 8 jun (EFE).- A seleção romena voltará a participar de uma grande competição após oito anos, na Eurocopa que será disputada na França, longe dos tempos em que era liderada dentro de campo por Gheorge Hagi, mas novamente comandada fora dele por Anghel Iordanescu, técnico na bem-sucedida campanha na Copa do Mundo de 1994.

O estilo plástico e o jogo ofensivo que levou a seleção ao sexto lugar na competição de 22 anos atrás deu lugar a outro perfil, de muita marcação, disciplina tática e sem grandes estrelas, que rendeu uma invencibilidade de quase dois anos, recém-encerrada em derrota para a Ucrânia por 4 a 3, em amistoso.

Em 20 jogos, entre setembro de 2014 e maio de 2016, a seleção romena venceu oito vezes e empatou 12, evitando derrotas em confrontos com as favoritas Itália e Espanha, inclusive.

Iordanescu ganhou créditos pelo desempenho e a classificação para a Eurocopa, que não acontecia desde 2008. O treinador retornou ao comando do time nacional em outubro de 2014, sucedendo Victor Piturca, que ficou três anos na função.

O técnico é conhecido como "general" pelo posto militar que ocupa e também é apontado como um dos maiores jogadores e um dos maiores técnicos da Romênia em todos os tempos.

Esta é a terceira passagem do profissional pela seleção, sendo que a primeira foi a mais marcante, entre 1993 e 1998, com direito a campanha história na Copa do Mundo, em time que contava com Hagi, Dan Petrescu, Dorinel Munteanu, Ilie Dumitrescu, Florin Raducioiu, entre outros.

Agora, os principais nomes estão na defesa, como os goleiros Costel Pantilimon e Ciprian Tatarusanu, o zagueiro Vlad Chiriches, o lateral Razvan Rat. Do meio para a frente, a grande expectativa é pela presença do jovem Nicolae Stanciu, de 23 anos, do Steaua Bucareste, que fez cinco jogos pela seleção e marcou quatro gols.

A caminhada na Euro promete ser de muitas dificuldades para os romenos, que participarão da abertura da competição, nesta sexta-feira, contra a anfitriã França, no Stade de France, em Saint-Denis.

Na sequência, os adversários serão a forte Suíça, no Parc des Princes, em Paris, e a nova Albânia, no Parque Olímpico de Lyon.



Confira a lista de convocados da Romênia para a Eurocopa:.



Goleiros: Silviu Lung Jr. (Astra Giurgiu/ROM), Costel Pantilimon (Watford/ING) e Ciprian Tatarusanu (Fiorentina/ITA).

Defensores: Vlad Chiriches (Napoli/ITA), Stellano Filip (Dínamo Bucareste/ROM), Valerica Gaman (Astra Giurgiu/ROM), Dragos Grigore (Al-Sailiya/CAT), Alexandru Matel (Dínamo de Zagreb/CRO), Cosmin Moti (Ludogorets/BUL), Razvan Rat (Rayo Vallecano/ESP) e Cristian Sapunaru (Pandurii/ROM).

Meias: Alexandru Chipciu (Steaua Bucareste/ROM), Mihai Pintilii (Steaua Bucareste-ROM), Adrian Popa (Steaua Bucareste/ROM), Nicolae Stanciu (Steaua Bucareste/ROM), Ovidiu Hoban (Hapoel Be'er Sheva/ISR), Andrei Prepelita (Ludogorets/BUL), Lucian Sanmartean (Al-Ittihad/ARA) e Gabriel Torje (Osmanlispor/TUR).

Atacantes: Denis Alibec (Astra Giurgiu/ROM), Florin Andone (Córdoba/ESP), Claudiu Keseru (Ludogorets/BUL) e Bogdan Stancu (Genclerbirligi/TUR).



Time base: Tatarusanu; Sapunaru, Chrichies, Grigore e Rat; Hoban, Popa, Torje, Sanmartean e Stanciu; Andone. Técnico: Anghel Iordanescu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo