Esporte

Anfitriã, França enfrenta Romênia na abertura da Eurocopa

09/06/2016 12h12

Paris, 8 jun (EFE).- A edição de 2016 da Eurocopa será aberta nesta sexta-feira, às 16h (horário de Brasília), com a anfitriã França colocando seu favoritismo em jogo contra a Romênia, antiga potência do Leste Europeu, que tenta recuperar prestígio no cenário internacional.

Como vem acontecendo nas últimas competições, os 'Bleus' chegam com ambiente conturbado, dessa vez por causa do afastamento de Karim Benzema, envolvido em caso de chantagem contra o companheiro de seleção Mathieu Valbuena - que também não foi convocado.

O camisa 9 do Real Madrid, após longa novela, acabou tendo nome vetado pela federação do país, decisão que o técnico Didier Deschamps. Nos últimos dias, um longo debate foi feito, após acusações do atacante de que o afastamento foi um ato de racismo, por se tratar de um francês com origem argelina.

Para piorar, o comandante 'bleu', capitão no título mundial de 1998, vem sofrendo com problemas, especialmente relacionados ao sistema defensivo nos últimos meses, perdendo Raphael Varane, Jérémy Mathieu e Lass Diarra, todos por lesão, em diferentes fases da preparação, além de Mamadou Sakho, por doping.

Com isso, a zaga passou a ser a grande incógnita da seleção francesa para o torneio. A princípio Laurent Koscielny e Adil Rami deverão formar a dupla titular, mas Eliaquim Mangala corre por fora para ser opção. O jovem Samuel Umtiti, provável reforço do Barcelona para o restante da temporada, é a quarta opção para o setor.

Do meio ao ataque, a França promete apresentar umas das gerações mais promissoras já revelada nos últimos anos, com N'Golo Kanté, campeão inglês com o Leicester, Paul Pogba, Antoine Griezmann, entre outros. No comando de ataque, caberá a Olivier Giroud executar a função que caberia a Benzama.

O mais experiente do setor é o meia Dimitri Payet, que aos 29 anos, vem da temporada mais expressiva da carreira, em que mostrou virtuosismo, principalmente nas cobranças e falta, e talento para quase levar o West Ham à Liga dos Campeões da Europa.

A Romênia, por sua vez, chega de maneira discreta à Euro, da mesma forma com que vem atuando há mais de uma década, especificamente, desde a edição de 2000 do torneio, quando foi às quartas, na última participação de Gheorge Hagi com a camisa da seleção.

Agora, o sexto colocado na Copa do Mundo de 1994, volta a ser comandado pelo técnico que ajudou a construir esse feito histórico: Anghel Iordanescu. O comandante, no entanto, conta com "mão de obra" bem menos qualificada neste ano.

Agora, os principais nomes estão na defesa, como os goleiros Costel Pantilimon e Ciprian Tatarusanu, o zagueiro Vlad Chiriches, o lateral Razvan Rat. Do meio para a frente, a grande expectativa é pela presença do jovem Nicolae Stanciu, de 23 anos, do Steaua Bucareste, que fez cinco jogos pela seleção e marcou quatro gols.

A partida acontecerá no Stade de France, em Saint-Denis, palco da decisão da Copa do Mundo de 1998, e a "casa" oficial dos 'Bleus'. O local terá grande aparato de segurança, devido ao temor por ataques terroristas.

Em novembro do ano passado, no trágico dia 13, em meio a uma série de atentados que ocorreram por todo o país, terroristas chegaram a tentar levar explosivos para dentro do estádio, mas acabaram barrados. Três detonações acabaram acontecendo fora das instalações, matando, pelo menos, três pessoas.

O Comitê Organizador sugeriu aos espectadores que cheguem cedo aos locais das partidas, pois terão que passar por dois perímetros de segurança, e que, por isso, a abertura dos acessos acontecerá três horas antes do pontapé inicial de cada partida.

O complemento da primeira rodada do grupo A da Eurocopa acontecerá neste sábado, às 10h (horário de Brasília), com o duelo entre Suíça e Albânia, no estádio Bollaert-Delelis, em Lens.



Prováveis escalações:.

França: Lloris; Sagna, Rami, Koscielny e Evra; Pogba, Kanté e Matuidi; Griezmann, Giroud e Payet. Técnico: Didier Deschamps.

Romênia: Tatarusanu; Sapunaru, Chrichies, Grigore e Rat; Hoban, Popa, Torje, Sanmartean e Stanciu; Andone. Técnico: Anghel Iordanescu.

Árbitro: Viktor Kassai (Hungria), auxiliado pelos compatriotas Gyorgy Ring e Vencel Toth.

Estádio: Stade de France, em Saint-Denis (França).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo