Esporte

Peru abre 2 a 0 com assistências de Guerrero, mas permite empate do Equador

09/06/2016 02h27

Redação Central, 8 jun (EFE).- Em duelo emocionante, o Peru perdeu nesta quarta-feira sua grande chance de garantir a classificação para as quartas de final no grupo do Brasil da edição de centenário da Copa América, que está sendo disputada nos Estados Unidos, ao empatar em 2 a 2 com o Equador em Glendale, no Arizona, depois que chegou a estar vencendo por 2 a 0.

Desde o apito inicial, os peruanos foram para cima do Equador e não demoraram a criar a primeira chance clara de perigo, com o atacante do Flamengo Paolo Guerrero, que recebeu passe preciso e tocou na saída do goleiro Alexander Domínguez, que conseguiu desviar para a linha de fundo.

Com velocidade e determinação, os comandados do técnico argentino Ricardo Gareca, ex-Palmeiras, não demoraram a abrir o placar. Logo na segunda investida contra a meta adversária, aos 4 minutos, o reforço do São Paulo Christian Cueva recebeu de Guerrero na meia-lua e, mostrando muita técnica e habilidade, se livrou de um marcador e chutou cruzado, fazendo 1 a 0.

O gol deixou os equatorianos atordoados, já que não conseguiam reagir às investidas de um rival muito mais ativo, que não parava de pressionar e ampliou aos 13 minutos, com Edison Flores, que aproveitou uma escorada de cabeça de Guerrero, após cobrança de falta, matou no peito e concluiu com um tiro cruzado de canhota, sem chances para o goleiro adversário.

Com o placar favorável, a seleção peruana acabou recuando e cedendo terreno ao Equador, que não encontrava uma fórmula para equilibrar o jogo e que quase sofreu o terceiro aos 22, após uma cabeçada de Revoredo, livre de marcação, que foi para fora.

Com a passagem dos minutos, o Equador passou a adiantar suas linhas, aproveitando a queda do ritmo dos peruanos, que sentiram o esforço inicial, o que equilibrou a partida.

Na primeira chance de perigo dos equatorianos, aos 38, Enner Valencia diminuiu ao receber belo passe de Antonio Valencia, matar a bola no peito e fuzilar a rede de Pedro Gallese.

Com o gol, a equipe equatoriana se animou e passou a buscar o empate, que, no entanto, só veio após o intervalo, logo aos dois minutos, com o gremista Miller Bolaños, que recebeu livre na área para marcar, após grande triangulação com Noboa e Jefferson Montero.

Com o empate, os papéis se inverteram e os equatorianos passaram a controlar o jogo, enquanto o time peruano foi caindo de rendimento e recuou à espera de algum contra-ataque, mas sem o mesmo ímpeto mostrado no primeiro tempo.

Ayoví quase conseguiu a virada equatoriana aos 26, mas acabou parando no goleiro Gallese. O Peru, por sua vez, teve chances esporádicas nos contra-ataques e chegou perto da vitória nos acréscimos, com Ruidíaz, que iniciou a jogada, passou para Cuevas e recebeu de volta na área, mas acabou chutando para fora, rente à trave direita do goleiro equatoriano, e o jogo acabou mesmo empatado.

Com o resultado, os peruanos têm os mesmos quatro pontos do Brasil, que será seu adversário no próximo domingo, enquanto o Equador soma apenas dois, mas tem grandes chances de se classificar, já que enfrenta a seleção do Haiti, que já está eliminada do torneio.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo