Esporte

Contra a Rússia, Inglaterra estreia na Euro buscando consolidar nova geração

10/06/2016 14h05

Marselha (França), 10 jun (EFE).- Com uma geração promissora liderada pelo capitão Wayne Rooney, a Inglaterra estreia na Eurocopa neste sábado, às 16h (horário de Brasília), contra a Rússia, no estádio Vélodrome, em Marselha, sonhando com uma grande campanha e o primeiro título.

Poucas vezes nos últimos anos, o 'English Team' chegou a um torneio com tanto apoio da torcida. Habitualmente otimistas antes de a bola rolar, os fãs costumam se decepcionar após algumas partidas, mas desta vez, a expectiva é por um desfecho diferente.

Após vencer os dez jogos nas Eliminatórias para a Euro deste ano, os ingleses esperam recuperar o espírito da edição de 1996, quando eram os anfitriões e foram derrotados na semifinal pela Alemanha nas cobranças de pênalti.

Uma das apostas do técnico Roy Hodgson é o jovem Marcus Rashford, do Manchester United. O atacante de 18 anos estreou como titular da seleção marcando um gol no amistoso contra a Austrália, no dia 27 de maio. Porém, ele deve ficar como opção de banco.

Na linha de frente, segundo a imprensa inglesa, Hodgson está na dúvida se vai escalar Rooney, Jamie Vardy e Harry Kane juntos, ou se vai escolher um meio-de-campo mais sólido, com o capitão na armação e apenas um dos goleadores em campo.

Nesse caso, Vardy, que aos 29 anos disputará sua primeira grande competição defendendo a Inglaterra, deve fazer companhia a Rashford entre os reservas. Em seu lugar, o treinador pode optar pela entrada de Adam Lallana ou Raheem Sterling.

Após a aposentadoria de ídolos como Steven Gerrard e Frank Lampard, a nova Inglaterra, com uma média de idade de 25 anos, procura a consagração, com uma geração que pode, enfim, dar um importante título ao país, algo que não acontece desde a Copa do Mundo de 1966.

Já a seleção russa é a antítese da adversária da estreia. Comandada por um jovem técnico, Leonid Slutski, de 45 anos, a aposta é em jogadores experientes para buscar a classificação no grupo B, que ainda conta com Eslováquia e País de Gales.

Após a saída do italiano Fabio Capello e a chegada de Slutski, a equipe nacional conquistou quatro vitórias seguidas na reta final das Eliminatórias da Euro, mandando a Suécia do atacante Ibrahimovic para a repescagem.

Três jogadores que disputaram a edição de 2008, o goleiro Igor Akinfeev e os zagueiros Vasili Berezutski e Serguei Ignashevich, todos do CSKA Moscou, seguem como os pilares da defesa. O treinador também terá como opção o goleiro brasileiro Guilherme, do Lokomotiv Moscou.

A única dúvida para a partida deste sábado é quanto a presença do volante Denis Glushakov, que sofreu lesão muscular em treino realizado nesta quinta-feira e virou dúvida. Caso o titular não atue, o zagueiro Román Neustadter pode atuar improvisado ou Artur Yusupov pode entrar.



Prováveis escalações:.

Inglaterra: Hart; Walker, Cahill, Smalling e Rose; Dier, Milner e Lallana (ou Sterling) e Alli; Rooney e Kane. Técnico: Roy Hodgson.

Rússia: Akinfeev; Smolnikov, Ignashevich, Vasili Berezutski e Kombarov; Glushakov (Yusupov), Ivanov, Shatov e Golovin; Kokorin e Dzyuba. Técnico: Leonid Slutski.

Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália), auxiliado pelos compatriotas Elenito Di Liberatore e Mauro Tonolini.

Estádio: Vélodrome, em Marselha (França).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo