Esporte

Em dia só de futebol, Payet faz golaço e garante 1ª vitória da França na Euro

10/06/2016 18h07

Saint-Denis, 10 jun (EFE).- A França estreou com o pé direito na Eurocopa nesta sexta-feira, graças ao pé esquerdo do meia-atacante Dimitri Payet, autor do belo gol da vitória da França sobre a Romênia por 2 a 1 em um lotado Stade de France.

Felizmente, desta vez o estádio foi palco apenas de um grande jogo de futebol, e não de cenas de pânico como as de 13 de novembro do ano passado, dia dos ataques terroristas realizados por uma célula do Estado Islâmico em Paris.

O atacante francês Olivier Giroud marcou o primeiro gol desta edição da competição - com grande colaboração do goleiro Ciprian Tatarusanu, além do cruzamento preciso de Payet - ao abrir o placar aos 13 minutos do segundo tempo, de cabeça.

O atacante Bogdan Stancu empatou, aos 20 da etapa final, convertendo pênalti sofrido por Nicolae Stanciu, derrubado de maneira infantil dentro da área pelo experiente lateral-esquerdo Patrice Evra.

Já sem Paul Pogba e Antoine Griezmann, substituídos no decorrer do segundo tempo por Anthony Martial e Kingsley Coman, coube a Payet ser o herói francês da noite. Aos 43, após receber na direita de N'Golo Kanté, o meia-atacante dominou, ajeitou e acertou um petardo de canhota, no ângulo direito de Tatarusanu.

Amanhã, Albânia e Suíça duelam no complemento da rodada inicial do grupo A, no estádio Bollaert-Delelis, em Lens, às 10h (horário de Brasília). Na quarta-feira, todos os integrantes da chave disputa a segunda jornada, com os franceses encarando os albaneses, e os romenos pegando os suíços.

A partida de abertura aconteceu sem incidentes extra-campo, depois da montagem de um forte aparato de segurança para evitar o que aconteceu em 13 de novembro do ano passado, durante um amistoso entre os 'Bleus' e a Alemanha que foi alvo da ação de terroristas, que tentaram entrar no mesmo Stade de France, e, após verem frustrada a intenção de fazer detonações do lado de dentro, as fizeram em um dos acessos.

Para o jogo de hoje, a seleção francesa veio com força máxima, incluindo o meia Paul Pogba e o atacante Antoine Griezmann, principais atrações do elenco convocado para a Euro. A Romênia, por sua vez, manteve a aposta no 4-3-3, mesmo jogando contra os anfitriões, com Adrian Popa, Bogdan Stancu e Florin Andone.

A ofensividade dos visitantes surpreendeu a França, que logo aos 3 minutos ficou perto de sofrer o primeiro gol, quando Stancu quase marcou. O atacante pegou sobra de bola, após escanteio da esquerda e desvio de Andone e obrigou Lloris a fazer boa defesa.

A resposta dos 'Bleus' veio apenas aos 10 minutos, quando Payet partiu para cima da defesa, em jogada pela esquerda, e cruzou na medida para o Giroud, que testou livre, à direita do gol defendido por Tatarusanu.

O gol dos franceses ficou ainda mais perto de sair aos aos 14, em jogada iniciada com lindo passe de Pogba. Sagna recebeu na direita e cruzou para Griezmann, que não conseguiu bater para o gol. A bola, no entanto, tocou em Chiriches e voltou para o atacante, que acertou cabeçada na trave esquerda.

Os sustos tornaram as duas seleções mais cautelosas, além disso, os romenos passaram a errar mais nas raras ações ofensivas que tentavam fazer. A França, por sua vez, mostrava dificuldade em superar a forte marcação dos adversários.

Aos 35, a França voltou a levar perigo, quando Payet fez jogada pela direita e cruzou para Griezmann na altura da marca do pênalti, que bateu para fora, em bola que desviou em Sapunaru antes de sair. A arbitragem comandada pelo húngaro Viktor Kassai, no entanto, não viu o toque no romeno.

Antes do intervalo, Giroud teve nova oportunidade para balançar as redes. Após cruzamento da esquerda, o atacante do Arsenal voltou a ficar livre na área, mas cabeceou outra vez para fora, à direita do gol de Tatarusanu.

Assim como aconteceu na etapa inicial, no segundo tempo a Romênia teve a primeira chance clara. Aos 3 minutos, após cruzamento de Stanciu, Stancu dominou e finalizou com estilo, em bola que passou muito perto da trave direita de Lloris.

A França chegou com perigo aos 6, quando Payet achou bem Giroud na área, e o atacante acabou batendo fraco, parando na defesa tranquila do goleiro romeno. Cinco minutos depois, Tatarusanu foi bem, após batida de primeira de Pogba, após belo passe do meia-atacante do West Ham.

Payet tentou de novo aos 13, dessa vez cruzando da direita, em direção a Giroud. O goleiro adversário saiu muito mal, não achou nada, e o centroavante francês resvalou de leve, para desviar a bola em direção ao fundo das redes, abrindo o marcador.

A euroria 'bleu', no entanto, durou apenas seis minutos. Esse foi o tempo necessário para que Evra derrubasse Stanciu na área e o árbitro Viktor Kassai marcasse pênalti. Stancu foi para a cobrança, bateu à esquerda de Lloris e empatou a partida.

Logo depois do gol, o técnico Didier Deschamps surpreendeu e tirou Griezmann, que até então vinha tendo atuação apagada, para colocar Coman. Aos 31, foi a vez da surpreendente saída de Pogba da seleção anfitriã, para a entrada de Martial.

O atacante do Manchester United apareceu bem pela primeira vez aos 36, ao tabelar com Giroud e serviu o companheiro, que bateu fraco para o gol, parando na defesa de Tatarusanu.

Com pouca organização para superar a forte marcação romena, a França recorreu a uma arma pouco utilizada até então na partida: a bomba de Payet com o pé esquerdo. Aos 43, o meia-atacante recebeu na entrada da área, ajeitou e acertou o ângulo direito da Romênia, garantindo a vitória dos donos da casa.

Após marcar, o herói deixou o gramado e foi ovacionado pela torcida que lotou o estádio. O meia Moussa Sissoko, que o substituiu, ainda teve chance de fazer o terceiro, em contra-ataque nos acréscimos, mas finalizou mal, para fora.



Ficha técnica:.

França: Lloris; Sagna, Rami, Koscielny e Evra; Kanté, Pogba (Martial) e Matuidi; Griezmann (Coman), Payet (Sissoko) e Giroud. Técnico: Didier Deschamps.

Romênia: Tatarusanu; Sapunaru, Chiriches, Grigore e Rat; Hoban, Stanciu (Chipciu) e Pintili; Popa (Torje), Stancu e Andone (Alibec). Técnico: Anghel Iordanescu.

Árbitro: Viktor Kassai (Hungria), auxiliado pelos compatriotas Gyorgy Ring e Vencel Toth.

Gols: Giroud e Payet (França); e Stancu (Romênia).

Cartões amarelos: Giroud (França); Chiriches, Rat e Popa (Romênia).

Estádio: Stade de France, em Saint-Denis (França).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo