Esporte

Messi estreia com 3 gols, e Argentina se classifica com goleada sobre Panamá

11/06/2016 00h37

Chicago (EUA), 9 jun (EFE).- A seleção da Argentina garantiu a classificação para as quartas de final da Copa América nesta sexta-feira ao golear o Panamá por 5 a 0 no estádio Soldier Field, em Chicago, em partida com estreia e três gols de Lionel Messi no segundo tempo.

O primeiro gol saiu aos seis minutos de jogo, em cabeceio do zagueiro Nicolás Otamendi, após cruzamento de Ángel Di Maria em bola parada. No segundo tempo, Messi marcou após sobra na área aos 23, em cobrança de falta aos 32 e em falha da zaga aos 41. Agüero completou a goleada aos 44 minutos.

A seleção panamenha jogou com um homem a menos desde o primeiro tempo devido à expulsão do volante Godoy, que recebeu o segundo cartão amarelo.

Bastava uma vitória para a Argentina se classificar com uma rodada de antecedência no Grupo D, com seis pontos. Com a derrota, o Panamá ocupa a terceira posição com três pontos e se vê obrigado a vencer a atual campeã na terça-feira para chegar à próxima fase da competição.

O atacante Lionel Messi, recém-recuperado de um problema nas costas, foi a campo pela primeira vez na edição de centenário do torneio aos 16 minutos do segundo tempo, ao substituir o volante Augusto Fernández e receber a braçadeira de capitão do zagueiro Javier Mascherano.

Ao participar do duelo desta sexta-feira, Mascherano completou 23 partidas pela Argentina em edições da Copa América e superou o xará Zanetti. O jogador do Barcelona é o segundo com mais participações pela seleção argentina, com 125 jogos, atrás apenas do próprio Zanetti, que tem 145.

A partida começou com muita vontade pelo lado panamenho, mas foram os argentinos que saíram na frente. Em cobrança de falta de longe, Di María cruzou com precisão e Otamandi se esticou para cabecear no contrapé do goleiro Penedo e balançar a rede.

Depois do gol, a Argentina passou a demonstrar dificuldades na armação e o Panamá se arriscou no ataque, com o atacante Blas Pérez como referência na frente, mas sem muita efetividade.

Quando os panamenhos se mostravam melhor, Godoy, que já tinha sido amarelado no início do jogo, atingiu o rosto de Mascherano com a mão em disputa de bola e foi expulso ao ver o segundo amarelo e, logo em seguida, o vermelho.

Antes do intervalo, Di María começou a mancar e pediu substituição. Com Messi no banco de reservas, o técnico Gerardo Martino optou por mandar Erik Lamela a campo.

O segundo tempo começou com a torcida argentina pedindo a entrada de Messi, que logo em seguida foi para o aquecimento. Aos nove minutos, Higuaín recebeu passe longo de Rojo pelo meio da zaga e ficou cara a cara com Penedo, mas foi travado na hora da finalização.

Após a entrada de Messi, o jogo ganhou um protagonista. Com apenas oito minutos em campo, o atacante aproveitou uma saída de bola estabanada de Miller, que chutou em cima de Higuaín, dominou na área e chutou no canto do goleiro para ampliar.

Aos 27 minutos, o Panamá desperdiçou chance incrível de descontar. Em contra-ataque rápido, Quintero disparou sem marcação com a bola e acompanhado por Cooper. Último homem da zaga argentina, Mascherano conseguiu desarmar o panamenho antes da finalização.

Messi voltou a brilhar pouco depois, aos 32, ao ser derrubado na entrada da área e ajeitar a bola para a cobrança da falta. Com efeito, o camisa 10 argentino acertou o ângulo de Penedo e marcou o segundo da conta pessoal.

Em nova falha da defesa panamenha, a bola sobrou para Messi, na área, aos 41 minutos. Com calma, o atacante balançou as redes de novo para confirmar o "hat-trick" e dar início à goleada. Agüero deu números finais à partida três minutos depois, ao completar toque de cabeça de Rojo no canto de Penedo.



Ficha técnica:.

Argentina: Romero; Mercado, Otamendi, Funes Mori e Rojo; Fernández (Messi), Mascherano e Banega; Gaitán, Di María (Lamela) e Higuaín (Agüero). Técnico: Gerardo Martino.

Panamá: Penedo; Machado, Baloy, Miller e Henríquez; Godoy, Gómez, Quintero e Cooper; Pimentel (Camargo) e Pérez (Tejada). Técnico: Hernán Gómez.

Árbitro: Joel Aguilar (El Salvador), auxiliado pelos compatriotas Juan Zumba e William Torres.

Gols: Otamendi, Messi (3), Agüero (Argentina).

Cartões amarelos: Fernández, Mascherano, Gaitán (Argentina); Baloy, Henríquez, Godoy, Cooper, Pérez (Panamá).

Cartão vermelho: Godoy (Panamá).

Estádio: Soldier Field, em Chicago (Estados Unidos).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo