Esporte

Uruguai e Jamaica cumprem tabela em despedida melancólica da Copa América

12/06/2016 16h04

Antonio Soto.

Redação Central, 12 jun (EFE).- Já eliminadas no Grupo C da Copa América, as seleções de Uruguai e Jamaica entram em campo nesta segunda-feira, no Levi's Stadium, em Santa Clara (Califórnia), para cumprir tabela e tentar encerrar a participação no torneio de forma menos melancólica, com pelo menos uma vitória.

Depois de tropeçar diante do México na estreia e da Venezuela na sequência, a 'Celeste' busca um triunfo para minimizar o fracasso na competição contra um adversário que, por outro lado, verá como grande recompensa marcar seu primeiro gol no torneio.

Sem conquistar pontos, Uruguai e Jamaica foram eliminados de forma antecipada da Copa América. Já México e Venezuela, ambas com seis pontos, duelam no outro jogo da rodada para decidir quem fica com a liderança da chave.

Deixar a Copa América com três derrotas, sendo duas delas para Jamaica e Venezuela, adversários teoricamente inferiores, aumentaria ainda mais a ferida provocada pela eliminação no Uruguai, o maior campeão do torneio, com 15 títulos.

O último duelo entre as duas seleções, porém, dá esperança aos jamaicanos. Na Copa América de 2015, no Chile, o Uruguai venceu por apenas 1 a 0, com gol de Cristian "Cebola" Rodríguez, ex-Grêmio.

O técnico da 'Celeste', Óscar Tabárez, está fazendo mistério sobre as mudanças que fará para a partida, mas tudo indica que deverá dar descanso ao capitão Diego Godín, escalando Gastón Silva no miolo da defesa. O lateral-esquerdo Jorge Fucile e o meia Diego Laxalt também podem ganhar oportunidades na equipe.

A grande dúvida é se Luis Suárez, enfim, estreará na Copa América. O atacante do Barcelona se recupera de lesão, mas ficou indignado por ter permanecido no banco de reservas durante a derrota contra a Venezuela, resultado que custou a eliminação do Uruguai.

A Jamaica espera aproveitar o momento do rival para tentar marcar seu primeiro gol na Copa América e, quem sabe, sonhar com uma vitória que seria improvável em uma situação normal.

O técnico Winfried Schäfer também faz mistério sobre o time que colocará em campo, embora a expectativa seja de poucas novidades em relação à equipe que perdeu para o México na segunda rodada.

A única mudança seria a entrada de Rodolph Austin no lugar de Je-Vaughn Watson, suspenso após acumular dois cartões amarelos. Austin tinha deixado a equipe justamente para cumprir suspensão, após ter sido expulso na estreia contra a Venezuela.



Prováveis escalações:

Uruguai: Muslera; Pereira, Giménez, Silva e Fucile; Sánchez, Arévalo Ríos, Ramírez e Laxalt; Cavani e Stuani. Técnico: Óscar Tabárez.

Jamaica: Blake; Morgan, Taylor, Mariappa e Austin; Hector, McAnuff, Williamson, McCleary; Barnes e Donaldson. Técnico: Winfried Schäefer.

Árbitro: Wilson Lamouroux (Colômbia), auxiliado pelo compatriota Alexander Guzman e pelo norte-americano Corey Parker.

Estádio: Levi's Stadium, em Santa Clara (Estados Unidos).

Hora: 19.00 (02.00 GMT da segunda-feira).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo