Esporte

Gol de mão de Ruidíaz une peruanos divididos por eleições presidenciais

13/06/2016 15h50

Fernando Gimeno.

Lima, 13 jun (EFE).- A classificação do Peru às quartas de final da Copa América com uma vitória histórica sobre o Brasil por 1 a 0, graças a um gol de mão de Raúl Ruidíaz, uniu por alguns instantes um país dividido pelas recentes eleições presidenciais, as mais igualadas de sua história.

O polêmico gol é nesta segunda-feira o tema de conversa entre os peruanos e suspendeu por enquanto as discussões sobre os resultados de pleitos marcados pela crispação e a polarização entre os defensores e os críticos da candidata Keiko Fujimori, filha do ex-presidente preso Alberto Fujimori (1990-2000).

O apertado triunfo eleitoral do economista e ex-ministro Pedro Pablo Kuczynski por apenas 42.000 votos sobre Fujimori mantinha vivas as renzilhas até instantes antes do começo de uma partida na qual muitos eram pessimistas sobre o triunfo do Peru.

Durante o duelo, as camisetas brancas e vermelhas se apoderaram das ruas, tingidas até poucos dias atrás pelo laranja e pelo rosa, as cores distintivas do partido fujimorista Força Popular e do movimento Peruanos Pelo Kambio (PPK), respectivamente.

Famílias inteiras e grupos de amigos que uma semana antes foram às urnas confrontados por suas preferências políticas terminaram fundidos em abraços e gritaram em uníssono o gol de Ruidíaz. E em duas ocasiões.

Primeiro quando viram a bola dentro da rede e depois quando o árbitro uruguaio Andrés Cunha validou o gol após vários minutos de deliberação que mantiveram em expectativa o país inteiro.

Essa tensão e incerteza se assimilaram à inquietação que na semana passada se apossou dos peruanos durante os quatro dias que durou a apuração das eleições, na qual Keiko Fujimori diminuía sua desvantagem em relação a Kuczynski à medida que avançava o cômputo, até deixá-la em 0,24% dos votos válidos.

O resultado final mostrou Kuczynski como virtual presidente eleito com 50,12% dos votos válidos, contra 49,88% de Keiki, cujo pai cumpre desde 2009 uma condenação de 25 anos de prisão por violações aos direitos humanos e crimes de corrupção.

Após o jogo contra o Brasil, Kuczynski, conhecido popularmente como PPK, opinou que o gol foi legal, ao considerar que Ruidiaz empurrou a bola com o corpo, argumento usado pelo próprio jogador.

O virtual presidente eleito também felicitou os jogadores da seleção peruana e qualificou o triunfo sobre o Brasil de "fabuloso" e de "realmente maravilhoso".

A congressista fujimorista Martha Chávez, uma das porta-vozes do Força Popular, concordou com Kuczynski ao dizer que o gol de Ruidíaz foi legal, segundo sua apreciação publicada no Twitter, mas aproveitou a situação para retomar o confronto político e insinuar uma suposta fraude no pleito.

"Ainda que acredite que Ruidíaz não tenha feito o gol com a mão, não tenho dúvida que PPK ganhou a presidência com 'uma levada de mão'... e não foi a 'de Deus'", escreveu Chávez, em referência ao célebre gol que o argentino Diego Armando Maradona fez contra a Inglaterra na Copa do Mundo de 1986.

Um novo triunfo do Peru na sexta-feira contra a Colômbia nas quartas de final do torneio voltaria a deixar de lado o confronto entre os peruanos enquanto Kuczynski e Keiko Fujimori, cujo partido obteve maioria absoluta no Congresso, tentam alcançar acordos que permitam a governabilidade de um país enfrentado pela política, mas unido pelo futebol.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo