Esporte

Uefa desclassificará Rússia da Eurocopa em caso de novo episódio de violência

14/06/2016 08h54

Paris, 14 jun (EFE).- O Comitê Disciplinar da Uefa decidiu nesta terça-feira desclassificar a Rússia da Eurocopa devido aos incidentes ocorridos no sábado em Marselha, após o duelo contra a Inglaterra, mas deixou a punição em suspenso e só irá aplicá-la se os torcedores do país voltarem a protagonizar episódios de violência dentro dos estádios durante os jogos da competição.

O órgão, que se reuniu hoje em Paris, impôs, além disso, uma multa de 150 mil euros à Federação Russa de Futebol pelos incidentes registrados dentro do estádio Vélodrome. Após o apito final no empate por 1 a 1 contra a Inglaterra, houve uma briga no setor ocupado pelos russos atrás de um dos gols e, durante o jogo, bombas e rojões foram lançados pelos torcedores da seleção do país.

O Comitê Disciplinar da Uefa decidiu impor "uma desclassificação em suspenso sobre a seleção da Rússia para a Eurocopa", baseada no artigo 20 do regulamento disciplinar. "Esta desclassificação fica em suspenso até o final do torneio", indicou o órgão.

A punição só será aplicada, segundo a Uefa, "se incidentes de natureza similar (distúrbios da torcida) voltem a ocorrer no interior dos estádios em qualquer das partidas da Rússia".

A Federação Russa de Futebol poderá recorrer da punição.

O Comitê Disciplinar da Uefa indicou que a decisão se refere exclusivamente aos fatos registrados dentro do Vélodrome e que motivaram a abertura de um expediente por confrontos violentos, comportamento racista, além de uso de rojões e material pirotécnico.

Esses incidentes, segundo comunicado, estão "sob jurisdição" dos órgãos disciplinares da Uefa, que não se pronunciou sobre os confrontos entre torcedores russos e ingleses no centro de Marselha, que terminou com 35 feridos, um deles em estado grave.

A Uefa já tinha ameaçado excluir as seleções da Rússia e da Inglaterra da Eurocopa por causa dos incidentes. Depois da ameaça, dirigentes esportivos e políticos de ambos os países multiplicaram os pedidos de calma aos torcedores que estão na França.

No entanto, existe preocupação por russos e ingleses voltarão a estar muito próximos até o fim desta semana. A Rússia joga amanhã contra a Eslováquia em Lille. E, a menos de 40 quilômetros de lá, em Lens, a Inglaterra encara o País de Gales no dia seguinte.

As autoridades francesas esperam que cerca de 50 mil britânicos viajem até Lens para a partida, que era uma das cinco classificadas como de alto risco antes da competição.

Com a proximidade dos russos, a segurança será reforçada em ambas as cidades.

Lens já tinha limitado a venda de álcool e suspendido as aulas durante os dias de jogos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo