Esporte

Khedira diz que explosões no Stade de France foram superadas pelos alemães

15/06/2016 15h45

Paris, 15 jun (EFE).- O volante Sami Khedira garantiu nesta quarta-feira que o elenco da seleção alemã já superou o ataque terrorista ocorrido em 13 de novembro do ano passado, no Stade de France, em Saint-Denis, em amistoso com a França.

"Digerimos aqui. Evidentemente, não é algo agradável, mas nos sentimos seguros aqui. Não estamos ameaçados", disse o atleta da Juventus, em entrevista coletiva.

No confronto de meses atrás, três terroristas tentaram entrar no estádio com explosivos, mas como não conseguiram, fizeram as detonações nas proximidades do portão principal de acesso.

Uma das explosões foi ouvida dentro do estádio. As imagens de televisão flagraram os jogadores em campo, especialmente, o lateral-esquerdo Patrice Evra, surpresos com o forte estrondo. Apenas depois da partida, no entanto, os atletas souberam do que se tratava.

Naquele dia, uma série de atentados promovidos pelo Estado Islâmico deixaram 130 mortos em Paris e arredores.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo