Esporte

Presidente do COI crê que Jogos do Rio unirão o Brasil em meio à crise

16/06/2016 17h10

São Paulo, 16 jun (EFE).- O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, disse nesta quinta-feira que acredita que os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que acontecerão em agosto, servirão para unir o povo brasileiro, dividido pela crise que afeta o país há algum tempo.

"O Brasil vive uma situação difícil. É um país dividido, com uma crise política, social e econômica. Mas os Jogos Olímpicos não tratam de política. Unem os brasileiros e ajudarão a unir", declarou Bach em São Paulo, onde entregou a Pelé a Ordem Olímpica.

Bach afirmou que o COI está muito feliz com o compromisso do governo do presidente em exercício, Michel Temer. "Trabalhamos muito bem com Dilma, estamos trabalhando muito bem agora com Temer. Isso é uma prova de que os Jogos Olímpicos vão além da política", destacou.

A votação pelo plenário do Senado do parecer da comissão que indica se a presidente afastada deve ou não ser julgada ou não acontecerá em 2 de agosto. Caso aprovado, o julgamento provavelmente ocorrerá durante os Jogos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo