Esporte

Antes favoritas, Portugal e Áustria duelam por sobrevivência na Eurocopa

17/06/2016 13h46

Paris, 17 jun (EFE).- Mal superada a primeira rodada do grupo F da Eurocopa, Portugal e Áustria, antes favoritas da chave, precisam vencer nesta sábado, em duelo disputado no estádio Parc des Princes, em Paris, para se manterem vivas na sequência da Eurocopa.

O triunfo se tornou praticamente obrigatório para as chances de classificação das duas seleções, depois do empate cedido por Cristiano Ronaldo e seus companheiros diante da modesta Islândia, por 1 a 1, e da derrota austríaca para a Hungria, por 2 a 0.

Dessa forma, a partida que, nas previsões feitas antes de a bola rolar, definiria quem terminaria a fase de grupos como líder da chave, agora se tornou em um duelo pela sobrevivência no torneio.

Portugal precisa se recuperar da imagem que deixou contra a Islândia para voltar a se posicionar como um favorito ao título, como não deixa de reiterar o técnico Fernando Santos.

"A Islândia é passado e não podemos falar do passado. É preciso pensar na Áustria, na Áustria e na Áustria", frisou o treinador.

O próprio CR7, candidato a ser a grande estrela do torneio, passou em branco na primeira partida. Portugal inteira agora espera que o craque corresponda às expectativas colocadas sobre ele e conduza a seleção do país ao triunfo mais do que necessário.

Cristiano ainda terá a oportunidade de se tornar o primeiro jogador da história a marcar gols em quatro Eurocopas. Seu único rival pela marca, o sueco Zlatan Ibrahimovic, desperdiçou outra oportunidade nesta sexta-feira, ao passar em branco pelo segundo jogo consecutivo no torneio, desta vez diante da Itália.

Preocupado com o desempenho do time diante da frágil Islândia, Santos deve promover mudanças entre os titulares. O veterano Ricardo Quaresma, que só jogou a parte final da estreia devido a problemas físicos, deve ganhar uma vaga na equipe principal.

Outro que parece totalmente recuperado de uma lesão nas costas é o volante Danilo, que atuou contra a Islândia e deve ser mantido pelo técnico português para o confronto contra a Áustria.

A Áustria chega para o duelo decisivo em condições piores que Portugal, já que a derrota para os rivais húngaros, por 2 a 0, colocaram a seleção na lanterna do grupo.

Um novo tropeço representaria praticamente a eliminação precoce da Eurocopa, um fracasso em uma chave aparentemente tranquila e na qual a Áustria surgia como clara candidata à vice-liderança.

A atuação diante da Hungria foi tão abaixo do esperado que a torcida austríaca já praticamente descartou as chances de classificação para as oitavas de final, algo que a seleção do país nunca conseguiu na história.

Por esse motivo, Marcel Koller deve promover algumas mudanças na equipe. Mas o técnico também será obrigado a realizar outras duas alterações indesejadas. Zlakto Junuzovic, jogador de criação no meio-campo, sofreu uma lesão no tornozelo e está fora do jogo. A principal opção é avançar a estrela do time, David Alaba, e escalar o volante Stefan Ilsanker como reforço no meio-campo.

Uma alternativa mais convencional seria manter o jogador do Bayern de Munique na proteção da defesa, colocando Marcel Sabitzer como meia-ofensivo no lugar de Junuzovic.

Além disso, Koller tem problemas na zaga. Aleksandar Dragovic foi expulso contra a Hungria e está suspenso. O favorito para assumir o posto é Sebastian Prödl.

As duas equipes se enfrentaram pela última vez nas Eliminatórias para a Eurocopa de 1996. Na primeira partida do grupo, disputada em 1994, em Lisboa, Portugal venceu a Áustria por 1 a 0. No returno, em Viena, as duas seleções empataram por 1 a 1.



Prováveis escalações:.

Portugal: Rui Patrício; Vieirinha, Pepe, Carvalho e Guerreiro; Mário, Danilo, Moutinho e André Gomes (Quaresma); Nani e Cristiano Ronaldo. Técnico: Fernando Santos.

Áustria: Almer; Klein, Prödl, Hinteregger e Fuchs; Alaba, Baumgartlinger, Harnik; Sabitzer (Ilsanker) e Arnautovic; Janko. Técnico: Marcel Koller.

Árbitro: Nicola Rizzoli (Itália), auxiliado pelos compatriotas Elenito Di Liberatore e Mauro Tonolini.

Estádio: Parc des Princes, em Paris (França).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo