Esporte

Hamilton assume culpa por batida em treino em Baku e pede desculpas à equipe

18/06/2016 15h51

Redação Central, 18 jun (EFE).- O britânico Lewis Hamilton reconheceu que errou ao bater neste sábado durante o Q3 do treino de classificação para o Grande Prêmio da Europa, em Baku, no Azerbaijão, e pediu desculpa à equipe Mercedes pelo acidente.

"A linha entre estar bem ou não é fina. E eu não estive bem hoje. Ontem tive um ritmo fantástico, mas nada disso ocorreu hoje", disse Hamilton, que largará na 10ª posição por causa do erro na sessão.

"Às vezes essas coisas ocorrem. Foi erro meu, portanto, pedirei perdão à equipe e tentarei consertá-lo amanhã. Sempre é difícil se recuperar (largando) dessa posição (décimo lugar), por isso terei que minimizar os danos amanhã", disse Hamilton.

Na briga para diminuir a vantagem de seu companheiro de equipe, o alemão Nico Rosberg, na liderança do Mundial de Pilotos, o tricampeão britânico descartou a possibilidade de vencer no circuito de rua de Baku, que estreia no calendário da Fórmula 1.

"Duvido muito que eu possa aspirar a vitória, mas vou tentar fazer o melhor possível e voltar para casa com o maior número possível de pontos. O carro vai bem aqui e temos um ritmo melhor do que os outros", disse Hamilton sobre a corrida.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo