Esporte

Hamilton erra e bate no treino oficial, e Rosberg faz 1ª pole em Baku

18/06/2016 12h05

Redação Central 18 jun (EFE).- Após ser soberano nas sessões livres para o Grande Prêmio da Europa, o inglês Lewis Hamilton cometeu um erro crucial no Q3 do treino classificatório deste sábado e viu seu companheiro de Mercedes, o alemão Nico Rosberg, conquistar a primeira pole position da história do circuito de rua de Baku, no Azerbaijão, na Fórmula 1.

Em segundo lugar no grid da prova que será disputada amanhã vai largar o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull, que fez o terceiro melhor tempo do treino. Isto porque Sergio Pérez, o segundo mais rápido, foi punido com a perda de cinco posições em função da troca de câmbio de sua Force India após o acidente no último treino livre. Teria sido a primeira vez que o mexicano largaria na primeira fila na F-1, mas com isso será o sétimo no alinhamento.

Rosberg conquistou a 25ª pole de sua carreira com tempo de 1min42s758, com 7 décimos a menos que Pérez e 1,2 segundo abaixo de Ricciardo. Com a punição de Pérez, a Ferrari ficou com seus carros na terceira e quarta posições, com o alemão Sebastian Vettel e o finlandês Kimi Raikkonen, respectivamente. O russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso, ficou em sexto, e a sensação holandesa Max Verstappen, da Red Bull, em nono.

Felipe Massa, da Williams, vai largar em quinto, três posições à frente de seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas. O outro brasileiro no grid, Felipe Nasr, da Sauber, também superou a concorrência interna e surpreendeu ao avançar ao Q2, terminando sua participação com o 16º lugar. Já o sueco Marcus Ericsson vai largar em 20º.

O grande protagonista do treino, não pelo domínio que vinha consolidando nos treinos livres e parecia levar para o oficial, mas sim por uma trapalhada, foi Lewis Hamilton. Levando sua Mercedes ao limite desde o Q2, quando chegou a fritar pneus e escapar da pista, na decisão da pole ele buscava superar Pérez, que então tinha a volta mais rápida, e bateu com a roda dianteira na saída da curva do Castelo, provocando inclusive uma bandeira vermelha.

Com isso, Hamilton teve que abandonar a sessão e ver amargamente Rosberg, de quem tenta tirar diferença no Mundial de pilotos - tem 107 pontos, contra 116 do alemão, que é o líder -, conseguir a pole. Amanhã, largando em décimo, terá que flertar ainda mais com o limite e os perigos do singular circuito de Baku para dar mais um decisivo passo em busca de seu tetracampeonato na Fórmula 1.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo