Esporte

Rosberg quebra "jejum" e vence 1º Grande Prêmio da Europa em Baku

19/06/2016 13h46

Redação Central, 19 jun (EFE).- Depois de passar três corridas sem subir ao lugar mais alto do pódio, o alemão Nico Rosberg (Mercedes) voltou a vencer neste domingo e conquistou a primeira edição do Grande Prêmio da Europa de Fórmula 1 disputado no circuito de rua de Baku, no Azerbaijão.

Sem a concorrência de seu companheiro de equipe, o britânico Lewis Hamilton, que bateu na classificação e largou apenas na décima posição, Rosberg ficou com a pole-position e dominou a corrida de ponta a ponta, obtendo sua quinta vitória na temporada.

O triunfo ainda interrompeu a reação de Hamilton, que fez uma corrida de recuperação e terminou em quinto, o que ampliou a vantagem do alemão no Mundial de pilotos para 24 pontos (141 a 117).

O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) terminou a prova em segundo lugar e se manteve em terceiro no campeonato, com 96 pontos. Por sua vez, o mexicano Sergio Pérez (Force India) obteve o segundo pódio na temporada ao chegar na terceira posição.

O brasileiro Felipe Massa (Williams), que largou na quinta posição, ficou com a décima. Já Felipe Nasr (Sauber), que saiu em 16º, cruzou a linha de chegada em 12º lugar.

Rosberg fez boa largada, rapidamente abriu frente para o australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) e Vettel, respectivamente segundo e terceiro colocados, e não deixou a liderança em momento algum, nem mesmo quando foi aos boxes para trocar pneus.

O tetracampeão se aproveitou que Ricciardo parou logo na sétima volta, se colocou em segundo e até esboçou uma pressão para cima do líder, mas não teve consistência no ritmo mais forte e terminou mesmo na vice-liderança.

Pérez, por sua vez, saiu em sétimo por ter trocado o câmbio após acidente no último treino livre, mas teve grande desempenho e também foi ao pódio, com direito a bela ultrapassagem sobre Kimi Raikkonen (Ferrari) na última volta. A manobra sequer era necessária, já que o finlandês foi punido com o acréscimo de cinco segundos em seu tempo e corrida e já ficaria em quarto.

A quinta posição foi de Hamilton, que reclamou bastante da parte eletrônica da Mercedes e até ganhou cinco colocações em relação à largada, mas ficou com a sensação de que poderia ter obtido um resultado melhor.

Com desempenho e estratégia ruins, Ricciardo foi apenas sétimo, atrás também do finlandês Valtteri Bottas (Williams). A zona de pontuação ainda teve, do oitavo ao décimo lugares, nessa ordem, o holandês Max Verstappen (Red Bull), o alemão Nico Hulkenberg (Force India) e Massa.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo