Esporte

Em situação dramática, República Tcheca e Turquia decidem futuro na Eurocopa

20/06/2016 14h41

Lens, 20 jun (EFE).- Piores colocadas no grupo D, mas ainda com chances de classificação, República Tcheca e Turquia se enfrentarão nesta terça-feira no estádio Bollaert-Delelis, em Lens, em duelo que pode até mesmo eliminar as duas seleções da Eurocopa no fim da rodada.

Na terceira posição, com apenas um ponto conquistado, os tchecos têm mais esperanças de avançar no torneio continental. O empate em 2 a 2 com a Croácia na segunda rodada deu sobrevida à República Tcheca, que ainda pode se classificar na segunda colocação.

Para isso acontecer é preciso vencer a Turquia e torcer para que a líder Espanha derrote a Croácia, atual segunda colocada, com quatro pontos, de modo que o saldo de gols permita a ultrapassagem dos tchecos.

Do outro lado do campo estará uma equipe à beira da eliminação. Ainda sem pontuar na Eurocopa, a Turquia precisa de um milagre para alcançar as oitavas de final.

Após perder para Croácia, por 1 a 0, e Espanha, por 3 a 0, é necessário vencer com uma boa diferença de gols e contar com outros resultados para seguir na competição como terceira colocada do grupo, com três pontos.

Em caso de empate em Lens, é possível que ambas as seleções sejam eliminadas juntas, dependendo dos resultados de outros grupos na rodada. Apenas a República Tcheca teria remotas chances de avançar como terceira colocada do grupo nesse contexto.

O técnico Pavel Vrba não poderá contar com o principal jogador da seleção tcheca. Com uma lesão na coxa, o meia Tomas Rosicky está fora da partida desta terça-feira e também do restante do torneio, caso a República Tcheca siga adiante.

Após passar uma temporada inteira quase sem atuar pelo Arsenal devido a lesões, o problema muscular chega no pior momento, quando Rosicky parecia estar totalmente recuperado.

O substituto natural para a vaga aberta no meio de campo é Josef Sural, já o resto da equipe deve continuar sem alterações. Apesar da dúvida no ataque, é provável que Tomas Necid siga no time, com David Lafata no banco.

A equipe treinada por Fatih Terim espera que seus dois melhores jogadores, Arda Turan e Hakan Çalhanoglu, finalmente brilhem para tentar o milagre. A má fase de ambos na competição impactou o desempenho da seleção turca, que quase não ofereceu perigo aos adversários até o momento.

O mau rendimento pode motivar alterações na equipe, como a entrada do jovem atacante Emre Mor, de 18 anos, para revigorar um grupo abatido. No entanto, tudo indica que o técnico turco apostará na mesma escalação para o duelo decisivo.

.

Prováveis escalações:.

República Tcheca: Cech, Kadebarek, Sivok, Hubnik e Limbersky; Darida, Plasil, Skoda e Sural; Krejci e Necid. Técnico: Pavel Vrba.

Turquia: Babacan; Gonul, Topal, Balta e Erkin; Inan, Tufan, Çalhanoglu, Turan e Ozyapuk; Yilmaz. Técnico: Fatih Terim.

Árbitro: William Collum (Escócia), auxiliado Damien MacGraith (Irlanda) e Francis Connor (Escócia).

Estádio: Bollaert-Delelis, em Lens.

jjl/vnm

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo