Esporte

Com CR7 atrás do 1º gol, Hungria e Portugal fazem duelo decisivo em Lyon

21/06/2016 10h10

Lyon, 21 jun (EFE).- Hungria e Portugal duelam nesta quarta-feira, às 13h (horário de Brasília), no Parc Olympique Lyonnais, em Lyon, pela última rodada do grupo F, em posições distintas aos prognósticos feitos antes da Eurocopa, e com Cristiano Ronaldo ainda tentando marcar o primeiro gol no torneio.

A seleção do Leste Europeu, que venceu a Áustria por 2 a 0 e empatou com a Islândia em 1 a 1, está com quatro pontos e tem um pé nas oitavas de final. Além disso, garantirá a liderança da chave em caso de vitória. Se ficar na igualdade, bastará que os nórdicos não vençam os austríacos por mais de um gol de diferença, para garantir a ponta.

A seleção portuguesa, por outro lado, ocupa apenas a terceira colocação, com dois pontos e sabem que sair de campo sem a vitória, possivelmente custará a sequência na competição, dois anos após uma traumática eliminação na fase de grupos da Copa do Mundo.

Para buscar o resultado positivo, que pode até valer a liderança, os lusos apostam todas as fichas em CR7, que ainda busca balançar as redes na quarta edição seguida de Eurocopa. Contra Islândia e Áustria, o craque do Real Madrid decepcionou, inclusive perdendo pênalti no empate sem gols no segundo jogo.

"Embora esteja decepcionado, estou bem. Temos que seguir tentando. O pênalti que perdi é um erro pessoal, mas estas coisas acontecem no futebol", admitiu o português, logo após ao duelo com os austríacos.

De acordo com a comissão técnica comandada por Fernando Santos, não há qualquer problema físico com CR7, que está 100% na Eurocopa. Nesta quarta-feira, o atacante terá como companheiros no setor ofensivo, Nani, que marcou na estreia, e Éder, que deverá aparecer entre os titulares pela primeira vez.

Outras mudanças deverão ser as saídas do lateral-esquerdo Raphael Guerrero e do volante André Gomes, que perderam o treino de terça-feira devido a dores musculares e deverão dar lugar a Eliseu e João Mário. Outra opção é Ricardo Quaresma, que atuaria recuado no meio.

A Hungria, que não disputava grandes competições desde 1986, quando caiu na fase de grupos da Copa do Mundo, agora vive a expectativa de encarar um mata-mata, se possível na condição de líder, o que poderia resultar em fuga de confronto com Inglaterra nas oitavas de final.

Para a partida, o técnico alemão Bernd Storck não contará com o lateral-direito reserva Attila Fiola, que sofreu lesão e é desfalque certo. Já o atacante Daniel Bode, também opção de banco, se tornou dúvida e a presença deve ser confirmada ou não instantes antes do duelo.



Prováveis escalações:.

Hungria: Kiraly; Lang, Guzmics, Juhász e Kadar; Nagy, Gera, Kleinheisler e Dzsudzsak; Stieber e Priskin. Técnico: Bernd Storck.

Portugal: Rui Patrício; Vieirinha, Pepe, Ricardo Carvalho e Eliseu; João Mário (ou Quaresma), William Carvalho e Moutinho; Nani, Éder e Ronaldo. Técnico: Fernando Santos.

Árbitro: Martin Atkinson (Inglaterra), auxiliado pelos compatriotas Michael Mullarkey e Stephen Child.

Estádio: Parc Olympique Lyonnais, em Lyon (França).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo