Topo

Esporte

Argentina e Chile repetem 2015, e campeão da Copa América sairá nos pênaltis

26/06/2016 23h42

East Rutherford (EUA), 26 jun (EFE).- Argentina e Chile decidirão neste domingo nos pênaltis, como em 2015, o título da Copa América, após empate sem gols no tempo normal que se estendeu pela prorrogação no Metlife Stadium, em East Rutherford, nos Estados Unidos.

Na meia hora adicional, o futebol continuou aparecendo em raros lampejos. Aos 9 minutos da primeira etapa, em um dos lances mais inusitados da decisão, Lionel Messi acabou derrubando Heber Roberto Lopes, ao cair depois de sofrer uma falta.

Na cobrança, o camisa 10 criou ótima oportunidade, ao levantar a bola na medida, na cabeça de Sergio Agüero, que testou com estilo e obrigou o goleiro chileno Claudio Bravo a fazer defesaça, espalmando por cima do gol.

Antes, no tempo normal, o árbitro brasileiro acabou sendo um dos protagonistas do jogo. Aos 28 minutos do primeiro tempo, por expulsar o volante Marcelo Díaz, do Chile, e, pouco depois, aos 44, ao mostrar vermelho para o lateral-esquerdo Marcos Rojo, da Argentina.

Em chances de gol houve certo equilíbrio, com a 'Albiceleste' melhor na etapa inicial do tempo regulamentar, inclusive com Gonzalo Higuaín desperdiçando oportunidade clara, e a 'Roja' melhor nos 45 minutos seguinte, em que Eduardo Vargas criou a melhor ocasião.

No ano passado, em Santiago, as duas seleções também decidiram o troféu continental nos pênaltis. Os chilenos foram melhores, marcando com Matías Fernández, Arturo Vidal, Charles Aránguiz e Alexis Sánchez, enquanto só Lionel Messi marcou para os argentinos, enquanto Higuaín e Ever Banega perderam.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte