Esporte

Buffon quer disputar Copa de 2018 e pode conseguir recorde de participações

26/06/2016 15h53

Paris, 26 jun (EFE).- O goleiro Gianluigi Buffon afirmou neste domingo que gostaria de continuar a defender a seleção italiana na Copa do Mundo de 2018 se estiver em um alto nível, uma meta que, caso ele consiga cumprir, o tornará, de forma isolada, o jogador com mais participações em Mundiais.

Assim como o ex-goleiro mexicano Antonio Carbajal, que foi às Copas de 1950, 1954, 1958, 1962 e 1966, e o ex-meia Lothar Matthäus, que esteve nas edições de 1982, 1986, 1990, 1994 e 1998, Buffon disputou cinco Mundiais (1998, 2002, 2006, 2010 e 2014), e na Rússia chegaria ao sexto.

"Quando jogamos neste nível, é o rendimento no campo e a decisão dos técnicos que conta. Tenho a intenção de continuar minha carreira por mais dois anos, mas no mais alto nível, como até agora. Se meu rendimento não cair e o novo técnico (da Itália após a saída de Antonio Conte) quiser, ficarei encantado de ir à Rússia", declarou o experiente goleiro da Juventus, de 38 anos.

Campeão mundial pela Itália em 2006, Buffon também defendeu a 'Azzurra' nos Jogos Olímpicos de 1996, em quatro Eurocopas (2004, 2008, 2012 e 2016) e em duas edições da Copa das Confederações (2009 e 2013).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo