Topo

Esporte

Federação oficializa saída de Leonid Slutski do comando da seleção russa

30/06/2016 10h48

Moscou, 30 jun (EFE).- A União de Futebol da Rússia oficializou nesta quinta-feira a saída do Leonid Slutski da seleção principal, dez dias após a eliminação na fase de grupos da Eurocopa, com apenas um ponto obtido em três partidas.

Logo após a derrota para País de Gales por 3 a 0, na última rodada do grupo B, em Toulouse, o comandante do CSKA Moscou, que conciliava os dois empregos, anunciou que não seguiria na equipe nacional.

"Outra pessoa tem que ser o técnico para preparar a seleção para a Copa do Mundo de 2018", afirmou Slutski na coletiva realizada após a partida.

Em breve comunicado, a federação local agradeceu o treinador, de 45 anos, pelo profissionalismo no comando da seleção. O russo assumiu em agosto do ano passado, substituindo o italiano Fabio Capello.

Entre os possíveis sucessores de Slutski na Rússia, o nome do chileno Manuel Pellegrini, ex-Manchester City, desponta como favorito. De acordo com a imprensa europeia, já houve proposta de salário de 10 milhões de euros (R$ 36 milhões) anuais.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte