Esporte

França espanta zebra islandesa com goleada e revê Alemanha na semifinal

03/07/2016 17h59

Saint-Denis (França), 3 jul (EFE).- A França não deu a mínima chance para que a Islândia voltasse a surpreender nesta edição da Eurocopa, goleou uma das sensações do torneio continental por 5 a 2 neste domingo, em Saint-Denis, e se classificou para as semifinais, em que voltará a enfrentar a Alemanha.

Os islandeses ganharam o carinho de torcedores ao redor do mundo com carisma e organização tática e ganhou destaque de vez ao eliminar a Inglaterra com uma vitória de virada na última segunda-feira.

Desta vez, porém, os 'Bleus' enfim tiveram uma atuação que empolgasse o público no Stade de France, não deu a menor chance à novata da Euro e abriu 4 a 0 ainda no primeiro tempo, com gols de Giroud, Pogba, Payet e Griezmann. O próprio Giroud marcou o quinto, enquanto Sigthórsson e Birkir Bjarnason descontaram.

Em busca do terceiro título continental de sua história, a campeã europeia de 1984 e 2000 enfrentará a Alemanha, vencedora da última Copa do Mundo e que no sábado eliminou a Itália nos pênaltis. A partida acontecerá na próxima quinta-feira, em Marselha. As duas seleções se enfrentaram nas quartas do último mundial, e os alemães venceram por 1 a 0.

Deschamps teve dois desfalques para a partida em Saint-Denis, o zagueiro Adil Rami e o volante N'Golo Kanté, suspenso. Samuel Umtiti, contratado pelo Barcelona nesta semana, e Sissoko foram os substitutos. Na Islândia, os técnicos Heimir Hallgrimsson e Lars Lagerback tiveram força máxima repetiram a equipe titular.

Os franceses tomaram a iniciativa desde o pontapé inicial, mas demonstrou uma eficiência maior que a das partidas anteriores. Logo aos cinco minutos de bola rolando, Payet tabelou com Sissoko e chutou por baixo. O goleiro Halldórsson caiu e segurou.

O primeiro gol não demorou a sair e aconteceu aos 12 minutos. Matuidi descolou ótimo lançamento do meio de campo para Giroud, que, livre na esquerda da área, bateu firme por baixo do goleiro e fez 1 a 0.

Sair atrás no placar não era uma novidade para os islandeses, que nessa mesma condição buscaram um empate com Portugal, na fase de grupos, e a virada diante da Inglaterra, nas oitavas de final. Entretanto, faltava poder de fogo. Aos 18, Bödvarsson aproveitou cruzamento e cabeceou para defesa fácil de Lloris.

Mais eficientes, os 'Bleus' fizeram 2 a 0 logo na sequência, aos 20. Griezmann cobrou escanteio da direita até Pogba, que apareceu na segunda trave para cabecear firme e aumentar a vantagem.

A seleção visitante então tentou descontar com uma de suas principais jogadas ensaiadas, em cobrança de lateral, aos 23 minutos. Saevarsson arremessou da direita, Sigthórsson desviou de cabeça para o meio e Bödvarsson se antecipou à marcação para completar, mas encobriu a meta.

O lance foi isolado, e a França continuava como dona do jogo, mesmo com certa preguiça. Aos 36, Payet levou pelo meio e tentou o passe para Griezmann, que ficaria na cara do gol, mas errou na execução.

Os donos da casa voltaram a acelerar o ritmo e mataram o confronto ainda antes do intervalo colocando a bola na rede mais duas vezes. Aos 42 minutos, a bola foi de pé em pé no ataque francês até chegar a Griezmann, que ajeitou para Payet finalizar no canto esquerdo e assinalar o terceiro.

O quarto saiu três minutos depois, com Griezmann, que marcou pela quarta vez nesta Euro e se isolou na liderança da tabela de artilheiros. Após bonita deixada de Giroud, o jogador do Atlético de Madrid arrancou com liberdade e só parou depois de encobrir o goleiro com um toque de categoria para fazer 4 a 0.

A classificação da equipe anfitriã já estava garantida, mas nem por isso a partida se tornou desinteressante no segundo tempo. A Islândia não esmoreceu e conseguiu diminuir aos 11 minutos, quando Sigurdsson cruzou por baixo da direita, Sigthórsson chegou primeiro que Koscielny e acertou o canto esquerdo.

No entanto, a comemoração durou apenas três minutos, tempo necessário para sair o quinto da campeã mundial de 1998. Payet cobrou falta, Giroud levou a melhor na disputa aérea com Ingason e fez seu segundo no jogo, em sua última participação antes de ser substituído por Gignac.

Estar nas quartas de final logo na estreia na Euro já era um motivo de orgulho para os islandeses, que não se abatiam a cada gol do adversário. Aos 19, depois de chuveirinho da direita, Ingason cabeceou firme, e Lloris teve de fazer grande intervenção.

Mais solta, a Islândia permitia que a França contra-atacasse, como aos 25 minutos. Sissoko iniciou o lance, acelerou e deixou para Payet, que partiu para cima da marcação e chutou em cima da marcação.

A partida foi ficando com cada vez mais jeito de amistoso ou evento entre amigos, e houve até espaço para que entrasse o veteraníssimo Gudjohnsen, nome mais conhecido entre os islandeses por já ter passado por Chelsea e Barcelona, mas que já não está no auge.

Com o ídolo em campo, a equipe visitante ainda marcou o segundo, aos 39. Skúlason levantou da esquerda, Birkir Bjarnason completou de cabeça e fechou a conta.

Ainda houve tempo para o sexto gol francês, mas as duas últimas tentativas foram frustradas. Aos 42 minutos, Griezmann tocou e Sissoko chutou por cima. Aos 44, o próprio artilheiro tentou, mas foi bloqueado.



Ficha técnica:.

França: Lloris; Sagna, Umtiti, Koscielny (Mangala) e Evra; Pogba e Matuidi; Sissoko, Griezmann e Payet (Coman); Giroud (Gignac). Técnico: Didier Deschamps.

Islândia: Halldórsson; Saevarsson, Árnason (Ingason), Ragnar Sigurdsson e Skúlason; Gunnarsson, Gylfi Sigurdsson, Gudmundsson e Birkir Bjarnason; Sigthórsson (Gudjohnsen) e Bödvarsson (Finnbogason). Técnico: Lars Lagerback.

Árbitro: Björn Kuipers (Holanda), auxiliado pelos compatriotas Sander van Roekel e Erwin Zeinstra.

Cartões amarelos: Umtiti (França); Birkir Bjarnason (Islândia).

Gols: Giroud (2x), Pogba, Payet e Griezmann (França); Sigthórsson e Birkir Bjarnason (Islândia).

Estádio: Stade de France, em Saint-Denis.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo