Esporte

Cristiano Ronaldo marca, iguala recorde de Platini e leva Portugal à final

06/07/2016 17h57

Lyon (França), 6 jul (EFE).- Em confronto direto entre os dois maiores craques do Real Madrid na atualidade, Cristiano Ronaldo ofuscou Gareth Bale, marcou um gol e colocou Portugal na final da Eurocopa com uma vitória sobre o País de Gales por 2 a 0 nesta quarta-feira, no estádio Parc Olympique Lyonnais, na cidade de Lyon.

O jogo foi parelho no primeiro tempo, mas a seleção portuguesa o resolveu no começo da etapa final com dois gols em menos de dez minutos. Cristiano fez o primeiro e se igualou ao francês Michel Platini na artilharia histórica da Euro, com nove bolas na rede. Três minutos depois, Nani aumentou e selou a classificação.

Portugal, assim, volta à final da competição continental 12 anos depois de ter perdido para a Grécia e ficado com o vice em casa. O duelo em busca pela taça acontecerá no próximo domingo, no Stade de France, contra os donos da casa ou a Alemanha, que medirão forças nesta quinta no Vélodrome, em Marselha.

De quebra, Cristiano superou Bale no duelo individual e tem a chance de "unificar" os títulos da Liga dos Campeões, obtido pelo Real, e o da Euro. O zagueiro Pepe, que nesta quarta foi desfalque, também integrou o elenco dos 'Blancos'.

Já os galeses se despedem de maneira honrosa em sua primeira participação no torneio. A equipe britânica foi a primeira a ir às semifinais da Eurocopa na estreia desde 1992, quando a Suécia perdeu para a Alemanha por 3 a 2.

Fernando Santos não pôde contar com o zagueiro Pepe, que vinha sentindo dores na coxa, nem com o volante William Carvalho, que contra a Polônia recebeu o segundo cartão amarelo. Bruno Alves e Danilo Pereira foi os substitutos. Por outro lado, o lateral-esquerdo Raphael Guerreiro se recuperou de contusão e retornou à formação inicial.

Em relação a Gales, Chris Coleman teve o desfalque do zagueiro Ben Davies e do meia Aaron Ramsey, suspensos. James Collins entrou na defesa, enquanto Andy King foi o eleito para atuar no meio de campo.

O jogo foi amarrado no primeiro tempo, com bastante cautela dos dois lados. Portugal ousava um pouco mais, mas esbarrava na marcação. Aos nove minutos, Cédric levantou, Cristiano Ronaldo disputou com Collins no alto e pediu pênalti, mas a arbitragem considerou que o lance foi legal.

A primeira jogada mais trabalhada aconteceu aos 15, em tabela de Cristiano com João Mario. O meia do Sporting arrematou cruzado, buscando o canto, mas mandou para fora. Já o País de Gales enfim incomodou aos 18, em escanteio ensaiado cobrado por baixo por Ledley até Bale, que também errou o alvo.

Em seguida, a equipe britânica teve um de seus melhores momentos na partida, exercendo certa pressão, mas que não foi convertida em grandes chances de gol. Na melhor dela, aos 23, Bale puxou contra-ataque sozinho, levou da direita para o meio e chutou por baixo. Rui Patrício caiu e defendeu.

O duelo então perdeu em emoção, e uma nova jogada de certo perigo foi aconteceu apenas aos 35 minutos. Sem muito espaço para penetrar, Adrien Silva arriscou a finalização de fora da área, mas o goleiro Hennessey apenas olhou a bola sair.

Adrien Silva queria jogo e voltou a se destacar aos 34, com cruzamento da esquerda para Cristiano. O craque lusitano subiu mais que a marcação, mas cabeceou por cima.

Portugal voltou mais ligado do intervalo, foi para cima e abriu o placar logo aos quatro minutos. João Mario optou pela rolada para Raphael Guerreiro no escanteio, e o lateral levantou na segunda trave. Cristiano Ronaldo subiu muito alto e testou firme no canto esquerdo.

No embalo e aproveitando que o adversário sentiu o golpe, a seleção vice-campeã de 2004 ampliou a vantagem três minutos depois. Cristiano recolheu a sobra na entrada da área e tentou o chute cruzado, mas a finalização acabou se tornando uma assistência para Nani, que escorou e fez 2 a 0.

Gales não teve forças para reagir, e os portugueses deram trabalho com dois arremates de fora, aos 17 e aos 20 minutos. No primeiro, em cobrança de falta, CR7 tirou tinta da trave. No segundo, aos 20, Nani bateu, Hennessey rebateu, e João Mario concluiu mal.

O time dirigido por Fernando Santos administrava o placar da melhor maneira possível: mantendo-se no ataque. Aos 28 minutos, Renato Sanches arriscou desde a linha divisória até a entrada da área, de onde chutou. A bola subiu e foi por cima do travessão.

As últimas tentativas dos britânicos foram feitas mais na base do desespero que da organização tática e da técnica. Aos 34, Bale tentou resolver sozinho e arriscou de muito longe, mas Rui Patrício pegou sem maiores problemas.

Ainda houve tempo para que Cristiano Ronaldo se tornasse artilheiro sozinho, mas o craque desperdiçou a chance e terá de esperar até a final para superar Platini. Aos 40, André Gomes lançou por baixo do meio até a área para o camisa 7, que driblou o goleiro, mas, sem ângulo, concluiu no lado de fora da rede.



Ficha técnica:.

Portugal: Rui Patrício; Cédric, Bruno Alves, José Fonte e Raphael Guerreiro; Danilo Pereira, Renato Sanches (André Gomes), Adrien Silva (João Moutinho) e João Mario; Nani (Quaresma) e Cristiano Ronaldo. Técnico: Fernando Santos.

País de Gales: Hennessey; Gunter, Chester, Ashley Williams, Collins (Jonathan Williams) e Taylor; Ledley (Vokes), Allen e King; Bale e Robson-Kanu (Church). Técnico: Chris Coleman.

Árbitro: Jonas Eriksson (Suécia), auxiliado pelos compatriotas Mathias Klasenius e Daniel Wärnmark.

Cartões amarelos: Bruno Alves e Cristiano Ronaldo (Portugal); Allen, Chester e Bale (País de Gales).

Gols: Cristiano Ronaldo e Nani (Portugal).

Estádio: Parc Olympique Lyonnais, em Lyon.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo