Esporte

Murray diz que comemoração pelo título em Wimbledon será maior que em 2013

10/07/2016 14h20

Londres, 10 jul (EFE).- O britânico Andy Murray, que conquistou neste domingo o segundo título na grama de Wimbledon, admitiu que a festa vai ser bem maior do que três anos atrás, quando quebrou jejum de 77 anos sem vitória de um anfitrião na chave masculina de simples.

"Na última vez, senti muito estresse e nervosismo. Esta noite, vou comemorar bem mais do que antes, posso garantir", garantiu o tenista número 2 do ranking mundial.

Murray levantou o troféu após bater o canadense Milos Raonic por 3 sets a 0, com parciais de com parciais de 6-4, 7-6 (3) e 7-6 (2), em duas horas e 48 minutos. Após o jogo, o britânico aproveitou para elogiar a campanha do rival em Wimbledon.

"Estou muito feliz por levantar esse troféu outra vez, mas é preciso elogiar Milon também, que teve semanas magníficas na grama. Nas semifinais, eliminou Roger Federer em um jogo fantástico. Não é qualquer um que faz isso", avaliou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo