Esporte

Durant afirma que aos Estados Unidos só vale o ouro nos Jogos Olímpicos

19/07/2016 07h36

Redação Central (EUA), 19 jul (EFE).- A equipe de basquete dos Estados Unidos já iniciou os treinamentos visando os Jogos Olímpicos do Rio em Las Vegas (Nevada) e o ala Kevin Durant afirmou que o objetivo do time é somente conquistar a medalha de ouro.

Durant, recém-contratado pelo Golden State Warriors, e o resto de seus companheiros de seleção cumpriram o primeiro dia de trabalho sob a direção do treinador nacional Mike Krzyzewski.

Tanto Krzyzewski como o diretor-executivo dos EUA Basketball, Jerry Colangelo, destacaram que apesar da falta de estrelas como LeBron James e Stephen Curry, a equipe formada tem grande qualidade e muito talento.

Krzyzewski também destacou a importância de já ter formado a equipe que vai viajar para o Brasil e agora a única coisa a fazer é trabalhar para os atletas se adaptarem ao jogo dos companheiros e agirem como uma equipe.

"Confio nos grandes jogadores que temos à disposição e estou convencido de que vamos realizar um grande trabalho quando começar a competição olímpica", destacou Krzyzewski, que estará pela última vez à frente da equipe, já que para os Jogos de 2020 o escolhido é o lendário Gregg Popovich, atual treinador do San Antonio Spurs.

Entre os jogadores, todos sabem que chegar aos Jogos Olímpicos é o auge da carreira e eles estão com uma mentalidade boa, já que nenhum se mostrou pressionado pela responsabilidade de defender a medalha de ouro.

"Não temos nenhum tipo de pressão, mas devemos ser conscientes de que necessitamos jogar ao nosso melhor nível", declarou Durant, que com a ausência de James e Curry surge como o líder natural da equipe.

Durant foi categórico quando disse que ninguém falava de líder, estrelas ou quem ia jogar, simplesmente estavam comprometidos a jogar ao máximo como equipe.

"Nossa meta está muito clara, é conseguir a vitória a cada partida", ressaltou Durant. "Não é o momento de colocar nenhum tipo de pressão extra. Ao contrário, devemos nos preparar com tranquilidade, desfrutar do processo, estarmos concentrados a cada dia e chegar ao máximo na competição".

A equipe americana está composta pelo pivô DeAndre Jordan, do Los Angeles Clippers, pelo ala-pivô Draymond Green e o ala-armador Klay Thompson, dos Warriors, além do ala Paul George (Indiana), do armador Kyrie Irving (Cleveland), de DeMar DeRozan e Kyle Lowry (Toronto), do pivô DeMarcus Cousins (Sacramento), de Harrison Barnes (Dallas) e de Jimmy Butler (Chicago).

A seleção dos Estados Unidos jogará cinco partidas amistosas de preparação antes de viajar ao Rio de Janeiro no começo de agosto e seus rivais serão Argentina, China (2 vezes), Venezuela e Nigéria.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo