Esporte

Alonso não exclui trocar Fórmula 1 por Le Mans ou Indy no futuro

20/07/2016 14h43

Roma, 20 jul (EFE).- O espanhol Fernando Alonso (McLaren), bicampeão mundial de Fórmula 1, afirmou nesta quarta-feira que não excluiu correr na Fórmula Indy ou nas 24 Horas de Le Mans no futuro.

"Se a Fórmula 1 seguir uma direção distinta à qual eu conhecia e amava em um passado recente, então poderia cogitar outras alternativas e deixá-la. Para ser competitivo, você tem que se divertir", declarou Alonso à revista italiana "Autosprint".

"Por algumas coisas que ocorrem, não estou nada contente. Nunca podemos chegar ao limite real dos carros, nunca podemos atacar quando queremos porque os pneus não permitem. Se você usa demais o motor, você sai dos parâmetros de consumo", criticou.

Apesar disso, neste momento, o bicampeão mundial afirmou que está muito motivado para competir na categoria e garantiu que a McLaren planeja "vencer o campeonato" na próxima temporada.

"É importante cada volta que você dá e cada impressão que você compartilha com os engenheiros porque no próximo ano queremos ganhar o campeonato do mundo. Olhando onde estamos agora, pode parecer difícil, mas o objetivo continua sendo esse", destacou.

Mesmo não contando com o carro competitivo desde a McLaren iniciou a parceira com Honda, Alonso destacou que se trata de um "processo de amadurecimento". No entanto, o espanhol afirmou que gostaria de estar "mais frequentemente perto dos primeiros".

Analisando as decisões que tomou ao longo de sua carreira esportiva, o bicampeão mundial disse que não se arrepende, já que hoje é uma "pessoa feliz".

"Todos cometemos muitos erros, sempre. Mas não tenho nenhum remorso em minha carreira. As coisas nem sempre ocorre como você imagina, talvez eu pudesse ter vencido mais Mundiais. Talvez pudesse ter ganhado cinco ou até mais", afirmou Alonso.

"Sempre segui meu instinto, tomei as decisões que no momento me faziam feliz. Hoje sou uma pessoa feliz, sou o resultado dessas decisões, sejam elas corretas ou equivocadas", destacou.

Questionado se concorda com a introdução de uma cúpula nos carros para proteger a cabeça dos pilotos, o espanhol disse que o uso desse tipo de equipamento será "inevitável".

"Não sei se será, de verdade, a melhor solução, mas, no futuro, será uma solução inevitável. É utilizado na Le Mans, e o interesse por esse tipo de corrida é alto. Quando meu carro decolou no acidente de Melbourne (Austrália), eu só estava preocupado com minha cabeça", afirmou Alonso, lembrando do forte acidente que sofreu na primeira etapa da temporada.

Na entrevista, Alonso também falou sobre sua vida pessoal e informou que segue com o projeto de criar uma equipe de ciclismo.

"O projeto avança. Gosto da cultura do esforço no ciclismo. Eles estão sós, seguem adiante entre o cansaço e a dor, levam seus corpos ao limite. É um esporte maravilhoso", concluiu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo