Esporte

Preocupado com "situação política" na Turquia, Mario Gomez deixa o Besiktas

20/07/2016 14h36

Istambul, 20 jul (EFE).- O atacante alemão Mario Gómez anunciou nesta quarta-feira que não vai mais defender o Besiktas a partir da próxima temporada devido à "situação política" na Turquia, cinco dias depois da fracassada tentativa de golpe de Estado no país.

"Foi uma situação difícil, sobre a qual pensei muito. Com pesar no coração, quero dizer pessoalmente a vocês, torcedores do Besiktas, que na temporada que vem não jogarei neste grande clube", afirmou o jogador em seu perfil no Facebook.

O jogador alegou que sua decisão se deve "estritamente à situação política" na Turquia e descartou motivos esportivos ou de outro tipo.

"Única e exclusivamente os horríveis fatos dos últimos dias. Espero que o entendam", justificou-se Gómez, que chegou ao Besiktas há um ano.

O atacante agradeceu ao clube e aos torcedores por um "ano extraordinário", no qual a equipe de Istambul foi campeã turca.

"Espero que esta situação política seja solucionada em breve, de forma pacífica", disse.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo