Esporte

Chefe da delegação australiana diz que organização foi solícita após incêndio

30/07/2016 18h55

(Corrige título).

Rio de Janeiro, 30 jul (EFE).- A chefe da delegação da Austrália, Kitty Chiller, concedeu coletiva de imprensa na tarde deste sábado no Parque Olímpico para esclarecer o mais recente incidente vivido por sua equipe na Vila dos Atletas, o incêndio no prédio 23 na tarde de ontem, que, segundo ela, começou em uma lixeira do porão do prédio, mas foi rapidamente contornado.

"Como a maioria já está sabendo, houve realmente um incêndio que começou no porão do nosso edifício. O serviço de emergência conseguiu retirar os 100 atletas que estavam lá e, por conta disso, tivemos uma reunião com o Comitê Rio 2016 e com o Comitê Olímpico Internacional (COI), ambos extremamente prestativos", relatou a dirigente.

Kitty disse que a principal preocupação da equipe era que todos pudessem passar à noite de forma segura. "Por isso, pedimos brigadistas em todos os andares, além de um segurança no porão", afirmou.

Ela apontou como possível causa do incêndio, ainda pendente de relatório de confirmação, um cigarro deixado acidentalmente em uma lata de lixo, o que provocou muita fumaça no edifício da delegação. A Vila dos Atletas é, por norma, um local onde não é permitido fumar.

"Pedimos ao Rio 2016 para reforçar a política de proibição de cigarro em toda a Vila porque é uma área de não fumantes. Também pedimos para providenciar pessoal para remover todo o lixo que exista no porão", enfatizou.

O Comitê Rio 2016 prometeu um relatório final sobre as causas do incêndio até o fim do dia. A chefe da delegação afirmou que aguardará a divulgação do documento para dar novas declarações.

Segundo ela, somente hoje os alarmes já foram testados duas vezes em um período de três horas e estão todos em perfeito funcionamento.

"Tivemos uma reunião com o Rio 2016 e com o COI e ninguém ficou culpando ninguém. Ninguém podia imaginar que logo o edifício 23 teria um incêndio", afirmou Kitty, que relatou que os alarmes foram desligados para reparos em prédios vizinhos, mas que já solicitou que os dispositivos não voltem a ser desativados e para que a partir de agora apenas uma pessoa tenha acesso à sala de controle dos alarmes de incêndio.

A dirigente afirmou ainda que conversou também com os chefes de outras delegações e pediu para que ficassem atentos aos seus porões.

Neste sábado, mais integrantes da delegação australiana chegaram à Vila, totalizando agora 175 atletas. "Estão todos super animados. O clima está fantástico", enalteceu.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo