Esporte

Acusado de chantagear Valbuena com vídeo erótico inocenta Benzema

01/08/2016 12h13

Paris, 1 ago (EFE).- Mustapha Zouaoui, um dos acusados de chantangear o meia francês Mathieu Valbuena com vídeo de conteúdo sexual, revelou ao jornal "L'Équipe" que o atacante Karim Benzema, acusado de envolvimento no caso, não teve participação no episódio.

Em entrevista realizada no dia 24 de junho e publicada hoje pelo jornal francês, Zouaoui, conhecido como 'Sata', revelou sua versão do escândalo, que levou os dois jogadores a serem afastados temporariamente da seleção francesa.

Segundo 'Sata', ele mostrou o vídeo a Benzema, em Madri, em setembro de 2015. O atacante francês teria se mostrado muito preocupado com a divulgação das imagens, temendo que Valbuena poderia até mesmo se suicidar se isso viesse a acontecer.

Ainda segundo o chantagista, atualmente preso, ele usou o amigo Karim Zenati para pressionar o atacante francês a falar sobre o assunto com Valbuena, o que aconteceu na concentração da seleção francesa, em outubro passado.

De acordo com 'Sata', Benzema errou na forma de abordar Valbuena, o que levou os investigadores à concluírem equivocadamente que ele tinha participação no episódio.

Concretamente, em vez de explicar ao companheiro que sabia quem estava de posse do vídeo, Benzema disse que teria "um amigo (em alusão a Zenati) que pode resolver tudo".

"Os policiais tomaram isso como a confissão de um criminoso quando, na verdade, ele só queria ajudar Valbuena", garante 'Sata'.

"Benzema está muito irritado comigo. Sabe que não fiz para colocá-lo nesta m..., não sabia que estávamos sob escutas", completou o acusado.

Zouaoui classifica ainda como "verdadeira injustiça" que o jogador do Real Madrid esteja sendo processado, uma vez que, segundo ele, vários jogadores tenham visto o vídeo.

"Cissé viu este vídeo, a metade do Olympique de Marselha viu, Jogadores de várias seleções da Europa viram", assegura o chantagista, que não quis revelar nomes à justiça.

Sobre como chegou a suas mãos a gravação, Zouaoui indica que foi Axel Angot, responsável de uma empresa de assistentes pessoais, que Valbuena recorria constantemente e que o tirou do computador do jogador e o passou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo