Esporte

Filho de Rincón lamenta ausência em Rio 2016 e sonha em jogar na Europa

01/08/2016 15h26

Sebastián Meresman.

Buenos Aires, 1 ago (EFE).- Filho do ex-jogador colombiano Freddy Rincón, o jovem atacante Sebastián Rincón admitiu, em entevista à Agência Efe, que perdeu a oportunidade de disputar os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro por causa de uma lesão.

"O técnico (Carlos Restrepo) tinha me elogiado, inclusive, porque estava fazendo partidas muito boas, vivendo um grande momento, mas, bem, talvez não fosse a minha hora. Vou continuar trabalhando para chegar algum dia à seleção principal e aproveitar a chance", disse o atleta, de 22 anos.

O filho do ex-Palmeiras, Corinthians, Santos e Cruzeiro, que joga no Tigre, da Argentina, sofreu uma ruptura de ligamento na perna direito e foi operado em maio, o que, segundo ele, acabou com as chances de ir aos Jogos. Agora, no entanto, Rincón só poderá ficar na torcida pelo ouro olímpico.

"Espero que a sub-23 vá muito bem na Olimpíada, porque temos grandes jogadores. É uma pena que Roger Martínez, que nos deu a classificação, não possa estar, porque está passando por um grande momento", disse o atacante, se referindo ao companheiro, que rejeitou ir ao Rio devido transferência para o Jiangsu Suning.

Sebastián Rincón admitiu ainda também pensa em uma transferência no futuro, mas para clube da Europa.

"Chegar ao futebol europeu é o sonho de qualquer jogador. Estou trabalhando muito forte para isso e espero muito em breve chegar lá", disse afirmou.

O colombiano do Tigre confessou que teve "conversas" com clubes colombianos, mas que recusou a oportunidade de retornar ao país pois joga atualmente em "uma campeonato que é uma grande vitrine", em referência ao Argentino.

"Estou em uma liga em que tenho chances de ser acompanhado pelos europeus. Estou em uma liga em que não é qualquer um que joga, e, graças a Deus, construí um nome neste país. Quero continuar aqui e depois fazer o salto para a Europa", explicou.

O jovem, que passou pelas divisões de base do Independiente Santa Fé, afirmou que pretende atuar profissionalmente no futebol colombiano, mas só "depois de ter realizado o sonho de jogar na Europa".

O colombiano explicou ainda que está trabalhando na pré-temporada com o Tigre, com objetivo da equipe para esta temporada é "brigar no topo da tabela".

"Individualmente, espero fazer um bom torneio, já que tenho um técnico (Pedro Troglio) que me dá confiança, que me dá a oportunidade de ser titular. Quero aproveitar a chance tendo um bom ano e fazendo gols", afirmou.

Mesmo sem ter atuado no futebol de seu país, Rincón disse que "o futebol colombiano é mais de posse de bola" que o argentino, que é "mais direto e físico"

"Aqui há mais pressão. Não somente dentro de campo, mas também fora, pela forma como vivem o futebol os argentinos", analisou.

Rincón contou que "a equipe de trabalho" do técnico da Colômbia, o argentino José Pekerman, teve conversas com seu agente.

"Estiveram me acompanhando. Isso é uma grande motivação, porque, com tantos jogadores colombianos de grande nível, é algo bom que tenham me monitorado. Tenho que continuar trabalhando para ser lembrado outras vezes pelo treinador", afirmou. EFE.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo