Esporte

Nova governadora de Tóquio irá revisar gastos públicos para Jogos de 2020

02/08/2016 10h29

Tóquio, 2 ago (EFE).- A nova governadora de Tóquio, Yuriko Koike, anunciou nesta terça-feira que criará um grupo para revisar o trabalho da organização dos Jogos Olímpicos, que acontecerão na capital japonesa em 2020, e que apresentará um relatório provisório em setembro.

"Vamos avaliar todo o processo, para comprovar que o orçamento seja o adequado, para verificar as licitações e todas as compras públicas", afirmou a líder, durante a primeira entrevista coletiva após ser eleita.

O grupo fará parte de um departamento de reforma política de Tóquio, que será liderado pela própria Koike, como parte de uma estratégia para dar mais transparência aos atos do poder público na cidade, que é um dos pilares do novo governo, junto com a diversidade e a segurança.

"Os Jogos Olímpicos e Paralímpicos serão um sucesso, mas precisamos tornar pública a informação desse tipo, como orçamentos", explicou a governadora.

A organização do evento na capital do Japão já levantou uma série de polêmicas, como a decisão do comitê organizador de descartar o projeto original do estádio olímpico, após o custo inicialmente orçado, ser dobrado.

O ex-governador da área metropolitana da capital, Yoichi Masuzoe, renunciou ao cargo no mês passado, ao ser envolvido em um escândalo de gastos indevidos de dinheiro público.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba seu horóscopo diário do UOL. É grátis!

Mais Esporte

Topo