Esporte

Bauza diz que retorno de Messi à seleção argentina é "prioridade"

Ale Cabral/AGIF
Bauza afirmou que vai viajar à Espanha para falar com Messi Imagem: Ale Cabral/AGIF

Da EFE

03/08/2016 15h45

O novo técnico da seleção argentina, Edgardo Bauza, disse que a volta de Lionel Messi à equipe é "a prioridade" e que pensa em viajar neste final de semana para a Espanha para se encontrar com o camisa 10 do Barcelona.

"Ele é o capitão da nossa equipe, o jogador mais importante do mundo, o que mais desequilibra em campo e é óbvio que nos ajudaria muito", disse o treinador em diálogo com o jornal argentino Clarín.

"Vou a Buenos Aires na sexta-feira. Depois, no sábado ou no domingo, irei à Espanha. Mas, antes, tenho que falar com Messi para saber se irá me receber", explicou Bauza, que nesta quinta-feira (4), comandará o São Paulo pela última vez, em jogo contra o Atlético-MG, no Morumbi, pela 18ª rodada do Brasileiro.

Bauza garantiu que não irá tentar convencer o craque do Barcelona a voltar a defender o time argentino. Segundo o técnico, o objetivo da visita é apenas "falar de futebol" e da trajetória do jogador na seleção.

"Quero falar de tudo isso, falar das minhas ideias e, bom, após toda essa conversa, ver se ele tem vontade de juntar-se a nós. Eu não imagino a seleção sem Messi ainda. Vamos descobrir o futuro assim que conversarmos com ele", afirmou o técnico, que já comandou o Rosario Central no passado.

"Tomara que o Messi volte, porque ele merece um fim melhor que esse. Todos dizem 'foi um fracasso' (a derrota na final da Copa América deste ano). Mas ele foi vice-campeão, isso não é um fracasso", argumentou o novo comandante argentino."A Argentina não pode se dar ao luxo de ficar sem Messi", acrescentou.

Campeão da Taça Libertadores com a LDU de Quito (2008) e com o San Lorenzo (2014), Bauza destacou que pretende conversar com Messi antes da convocação para a partida de 1º de setembro, contra o Uruguai, pela sétima rodada das Eliminatórias Sul-americanas para a Copa do Mundo da Rússia de 2018.

"Seria muito importante estrear com uma vitória sobre o Uruguai para nos mantermos na parte de cima da tabela e chegar à Venezuela com moral, porque vamos jogar num calor muito forte, de 35 graus", comentou o técnico, que assinará contrato para comandar a seleção argentina na próxima sexta-feira (5).

"Estou muito feliz pelo desafio, é algo que recebo nos últimos anos que me restam como treinador", completou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo