Esporte

Alemanha e Holanda buscam 3º ouro seguido nos torneios olímpicos de hóquei

05/08/2016 15h51

Rio de Janeiro, 5 ago (EFE).- As seleções de Alemanha e Holanda, respectivamente nos torneios masculino e feminino de hóquei dos Jogos Olímpicos, largam entre as favoritas a chegar ao lugar mais alto do pódio no Rio de Janeiro, e nos dois casos tentam chegar ao terceiro ouro consecutivo.

Os dois campos do complexo montado em Deodoro vão sediar as partidas a partir de amanhã e até os dias 18 - data da final entre os homens - e 19, quando será a vez das mulheres.

Ouro em Londres 2012 ao derrotar a Holanda na final, e em Pequim 2008 ao fazer o mesmo contra a Espanha, a Alemanha levou ao Rio referências como Moritz Furste e Tobias Hauke para completar um elenco que atualmente está no terceiro lugar do ranking mundial e que conta também com várias promessas.

A Austrália, atual número 1 e bronze há quatro anos, aposta em nomes como Jamie Dwyer, Mark Knowles e Eddie Ockenden, e a Holanda, segunda do ranking, conta com o melhor jogador do mundo de 2015, Robert Van der Horst, além do goleiro Jaap Stockmann.

A Holanda abrirá a competição em uma aguardada partida contra a Argentina, que volta a ter peso no cenário internacional sob a direção de Carlos "Chapa" Retegui e que completa o grupo B junto com Índia, Canadá e Irlanda. Esta última disputa os Jogos pela primeira vez, embora uma equipe de irlandeses tenha representado a Grã-Bretanha em Londres 1908 e ganhado a prata.

Outro estreante será o Brasil, que tem pouca tradição no hóquei e só conseguiu se classificar para o torneio masculino, no qual está no grupo A. A seleção vai começar sua campanha contra a Espanha, que ainda conta com quatro vice-campeões de Pequim 2008 e quer recuperar o espaço que ocupou na elite do hóquei internacional.

A Bélgica será outra adversária dos brasileiros na primeira fase da competição, junto com Grã-Bretanha, Nova Zelândia e a temida Austrália.

As competições masculina e feminina serão disputadas com uma fase inicial de dois grupos de seis. Os quatro primeiros colocados se cruzarão nas quartas de final.

Entre as mulheres, a Holanda desponta como principal favorita, impulsionada por nomes emblemáticos como Ellen Hoog, Naomi van As e a capitã Maartje Paumen.

A primeira adversária das holandesas será a Espanha em um grupo A no qual também estão Nova Zelândia, Coreia do Sul, China e Alemanha.

No grupo B estão Argentina, Índia - que volta aos Jogos após 36 anos -, Argentina, Estados Unidos, Grã-Bretanha, Austrália e Japão.

"As Leoas", que há quatro Jogos têm conseguido medalhas, sonham em conseguir o ouro que até agora não veio. As argentinas, novamente sob o comando de Gabriel Minadeo, que já as treinou entre 2005 e 2008, chegaram ao Rio com a confiança de terem vencido as holandesas na final do último Troféu de Campeãs, em junho.

"As Leoas" ganharam medalha nas últimas quatro edições dos Jogos -prata em 2000 e 2012 e bronze em 2004 e 2008, mas o ouro olímpico continua sendo sua disciplina pendente.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo