Esporte

Duplas de Brasil e EUA colocam hegemonia em jogo nas areias de Copacabana

05/08/2016 16h49

Rio de Janeiro, 5 ago (EFE).- Favoritas para alcançar o pódio no Rio, as duplas brasileiras e americanas de vôlei de praia buscam, a partir deste sábado, estender o domínio que exibem na modalidade desde que ela entrou no calendário olímpico, nos Jogos de Atlanta em 1996.

Entre os homens, os principais favoritos são os brasileiros Alisson Cerutti e Bruno Schmidt, campeões mundiais de 2015 e que têm a seu favor a torcida local, assim como os compatriotas Evandro Gonçalves e Pedro Solberg, também apontados como candidatos ao pódio.

O gigante Alisson, de 2,03 metros de altura, que fazendo dupla com Emanuel, conquistou a prata nos Jogos de Londres 2012, vai em busca do ouro em casa ao lado de Bruno Schmidt, estreante em Jogos Olímpicos e filho de uma lenda do esporte do país, o jogador de basquete Oscar Schmidt.

Além dos brasileiros, as duplas dos EUA, formadas por Nick Lucena e Phil Dalhausser, este último medalhista de ouro em Pequim 2008, e Jacob Gibb e Casey Patterson, também chegam forte aos Jogos do Rio, com boas chances de subier ao pódio. As duplas holandesas, Brouwer e Meeuwsen, Nummerdor e Varenhorst, correm por fora.

Entre as mulheres, as brasileiras Agatha e Barbara, campeãs mundiais em 2015, e Larissa e Talita são as favoritas, junto da dupla americana Kerri Walsh e April Ross, que foram adversárias na final em Londres e se juntaram no ano passado.

Aos 37 anos, Walsh vai em busca da sua quarta medalha de ouro olímpica consecutiva, após triunfar, ao lado de Misty May, nos Jogos de Atenas, em 2004, Pequim, em 2008 e Londres, em 2012.

Nas duas categorias participam 24 duplas, que se enfrentarão nas areias de Copcabana a partir deste sábado até os dias 18 e 19 deste mês, quando serão disputadas as decisões do terceiro lugar e as finais, respectivamente.

Com três ouros no masculino e três no feminino, os Estados Unidos dominam a modalidade na história dos Jogos, desde que ela passou a ser disputada em Atlanta. O Brasil vem logo atrás com uma medalha de ouro e três de prata, tanto no masculino quanto no feminino. Alemanha e Austrália têm um ouro cada uma.

Nesta edição dos Jogos, os brasileiros certamente contarão com o calor da torcida e esperam se valer da familiaridade com Copacabana, onde habitualmente acontecem grandes competições da modalidade, para chegarem ao lugar mais alto do pódio. Na mundialmente conhecida praia carioca foi montada uma arena com capacidade para 12 mil espectadores.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo