Esporte

Lima promete realizar melhores Jogos Pan-Americanos da história em 2019

05/08/2016 17h20

Rio de Janeiro, 5 ago (EFE).- O presidente do Comitê Organizador dos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019, Luis Salazar, afirmou nesta sexta-feira que o Peru será a melhor sede da história da competição continental e que o povo peruano fará de tudo para que os visitantes se sintam à vontade no país.

"Além da infraestrutura, temos dois pontos-chaves: o povo peruano é carinhoso e as pessoas se sentirão em casa. Fora isso, temos uma ótima cultura culinária", ressaltou Salazar em entrevista concedida à Agência Efe no Rio de Janeiro, poucas horas antes da cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos.

De acordo com o empresário, o Pan recebeu apoio do presidente Pedro Pablo Kuczynski, que tomou posse em julho deste ano e em seus primeiros discursos, enfatizou a importância de incentivar o esporte ordenou os ministros a respadarem o evento que o Peru organizará pela primera vez.

Nadador em nível de clubes e considerado um dos homens de negócio mais importantes do país, Salazar afirmou que já se reuniu com Kuczynski e que o presidente se mostrou motivado.

Lima conquistou o direito de sediar o Pan em 2013 e, desde então, as autoridades trabalham em duas direções para beneficiar os atletas: concluir os estádios com meio ano de antecipação e de maneira que se situem próximos uns aos outros.

"Pretendemos terminar as sedes entre dezembro de 2018 e janeiro de 2019 para fazer eventos-testes, ver os detalhes da Vila e ter tempo para resolver o necessário", explicou.

O custo dos Jogos Pan-Americanos está estimado em US$ 1,2 bilhão, cerca de 65% destinados à infraestrutura e ao restante das operações.

Além da Vila Pan-Americana, o evento terá várias instalações novas, como um complexo de esportes aquáticos, outro para ginástica e caratê e outro, a cerca de 2,5 quilômetros do dormitório dos competidores, para polo aquático, rúgbi e hóquei.

"É muito trabalho e ele está sendo feito, já temos as diretrizes e agora é a fase de obter permissões e licenças para começar a construir", afirmou Salazar.

Os Jogos Pan-Americanos começaram a ser disputados em Buenos Aires, em 1951, e desde então se passaram 17 edições em dez países diferentes: Argentina, México, Estados Unidos, Brasil, Canadá, Colômbia, Porto Rico, Venezuela, Cuba e República Dominicana.

Responsável por sediar a 18ª edição do Pan, o Peru tem planos ambiciosos, confiante de que não passe de 45 minutos o tempo de deslocamento entre as sedes das competições e que o transporte funcione com pista exclusiva para a comunidade esportiva.

Salazar garante que o Pan será seguro para os peruanos e visitantes e citou como exemplo o fato do presidente do país poder caminhar pelas ruas de Lima sem esquemas especiais de segurança, o que demonstraria, de acordo com o dirigente, a melhora do problema da violência no país.

"Os últimos Jogos Pan-Americanos nos deixaram um parâmetro alto em algumas coisas e oportunidades em outras. As instalações foram bonitas, mas algumas estavam longe. Nós esperamos sedes equivalentes, mas nos preocupamos com o tempo de deslocamento dos atletas", concluiu.

Os Jogos Pan-Americanos de Lima, cuja cerimônia de abertura será realizada no Estádio Nacional, ocorrerão entre os dias 16 de julho e 9 de agosto.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo