Esporte

Michael Phelps é o destaque entre os porta-bandeiras da abertura do Rio 2016

05/08/2016 14h19

Rio de Janeiro, 5 ago (EFE).- O nadador americano Michael Phelps, atleta mais premiado na história dos Jogos Olímpicos com 22 medalhas, lidera é o destaque entres os porta-bandeiras para a Cerimônia de Inauguração dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, que será realizada esta noite no Maracanã.

Como é tradição, a Grécia, como berço do Olimpismo, abrirá o desfile liderada pela regatista Sofia Bekatorou. A delegação anfitriã, neste caso o Brasil, cuja porta-bandeira é Yane Marques, medalha de bronze em Londres 2012 em pentatlo moderno moderno e bicampeã pan-americana na modalidade.

À margem dos holofotes atraídos por Phelps, sobressai na lista dos porta-bandeiras, nas quais estão representados quase todos os esportes e o atletismo que conta com mais participantes, há outros ilustres atletas famosos, como os tenistas Rafael Nadal, Andy Murray e Caroline Wozniacki, que levarão as bandeiras de Espanha, Grã-Bretanha e Dinamarca, respectivamente.

O jogador de basquete da NBA Luis Scola levará a bandeira da Argentina; o rei absoluto do judô mundial, Teddy Riner, ganhará uma recompensa a mais por sua bem-sucedida carreira ao ser o porta-bandeira da França; o mesmo que acontece com a nadadora italiana Federica Pellegrini.

Shelly-Ann Fraser-Pryce, representante ilustre da grande escola jamaicana do velocistas, levará a bandeira deste país caribenho. Já a Rússia preferiu o jogador de vôlei Serguei Tetiukhin, e pela equipe de refugiados terá a honra de levar o símbolo a jovem atleta do Sudão do Sul Rose Lokonyen Nathike.



Confira a lista de porta-bandeiras da cerimônia de abertura:.

Grécia Sofia Bekatorou (Vela).

Alemanha Timo Boll (tênis de mesa).

Argentina Luis Scola (basquete).

Austrália Anna Meares (ciclismo).

Bélgica Olivia Borlee (atletismo).

Bolívia Ángela Castro (atletismo).

Chile Erika Olivera (atletismo).

China Sheng Li (esgrima).

Colômbia Yuri Alvear (judô).

Costa Rica Nery Brenes (atletismo).

Cuba Mijain Núñez (luta).

R. Dominicana Luguelín Santos (atletismo).

El Salvador Lilian Castro (tiro).

Equador Estefanía García (judô).

Espanha Rafael Nadal (tênis).

Estados Unidos Michael Phelps (natação).

França Teddy Riner (judô).

Grã-Bretanha Andy Murray (tênis).

Guatemala Ana Sofía Gómez (ginástica).

Honduras Rolando Palacios (atletismo).

Itália Federica Fellegrini (natação).

Jamaica Shelly-Ann Fraser-Pryce (atletismo).

Japão Kiesuke Ushiro (atletismo).

México Daniela Campuzano (ciclismo).

Nicarágua Rafael Antonio Lacayo (tiro).

Panamá Alonso Edward (atletismo).

Paraguai Julieta Granada (golfe).

Peru Francisco Boza (tiro).

Puerto Rico Jamie Y. Espinal (luta).

Quênia Shehzana Anwar (tiro com arco).

Rússia Serguei Tetiukhin (vôlei).

Uruguai Dolores Moreira (vela).

Venezuela Rubén Limardo (esgrima).

ROT Rose Lokonyen Nathike (atletismo).

Brasil Yane Marques (pentatlo moderno moderno).

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo