Esporte

Em revanche de 2012, meninas do Brasil batem Noruega na estreia do Rio 2016

06/08/2016 11h12

Rio de Janeiro, 6 ago (EFE).- Com direito a um gostinho de revanche, o Brasil estreou com o pé direito no grupo A do torneio de handebol feminino dos Jogos do Rio de Janeiro, batendo a atual campeã olímpica, a Noruega, por 31 a 28, em partida disputada neste sábado na Arena do Futuro, no Parque Olímpico da Barra da Tijuca.

Engasgadas com a adversária desde a derrota de virada nas quartas de final dos Jogos de Londres, em 2012, as meninas do Brasil, favoritas ao ouro, assumiram a liderança do placar desde o início do jogo, combinando uma forte defesa com muita efetividade no ataque.

A central Ana Paula, artilheira da partida com 12 gols, comandou a estreia de gala das anfitriãs, que foram empurradas pela torcida que lotou a Arena do Futuro apenas no segundo tempo, devido às longas filas para entrar no Parque Olímpico.

Apesar do grande resultado na estreia contra as campeãs olímpicas, as comandadas do técnico Morten Soubak tiveram dificuldades para vencer o jogo. O Brasil chegou abrir cinco gols de vantagem na etapa inicial, mas foi para o intervalo vencendo apenas por 17 a 16. A Noruega aproveitava os momentos em que as brasileiras eram punidas com dois minutos para encostar no placar.

As comandadas do técnico Morten Soubak começaram bem o segundo tempo, mas permitiram o empate da Noruega em 18 a 18 pouco depois, após a punição de dois minutos da ponta esquerda Samira. No entanto, afastaram o trauma de levar a virada no segundo tempo, como ocorreu em Londres, com o apoio da torcida, que só conseguiu lotar a Arena do Futuro no intervalo, devido às filas para entrar no local.

A forte defesa voltou a funcionar e os contra-ataques começaram a encaixar, especialmente com a também ponta esquerda Fernanda e a ponta direita Jéssica. Dessa forma, o Brasil abriu sua maior vantagem no jogo - seis gols -, abalando o psicológico das rivais, que não conseguiram se recuperar na partida.

No fim, o Brasil confirmou a vitória por 31 a 18, para delírio da torcida, e deixou a Arena do Futuro sob os gritos de "o campeão voltou", em uma referência ao título mundial de 2013.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo