Esporte

Fabio Capello lamenta limites impostos ao futebol nos Jogos Olímpicos

06/08/2016 07h01

Roma, 6 ago (EFE).- O treinador italiano Fabio Capello lamentou "os limites" que são impostos ao futebol nos Jogos Olímpicos, que ele classifica como uma modalidade incompleta por regras como que as seleções sejam sub-23, podendo contar com apenas três jogadores acima dessa faixa etária.

"É um futebol incompleto. Põem limites aos profissionais e depois no basquete jogam as estrelas da NBA", afirmou Capello, em entrevista divulgada neste sábado pela "La Gazzetta dello Sport".

O técnico comentou, além disso, a controversa situação do marchador italiano Alex Schwazer, ouro olímpico em Pequim 2008 e atual campeão do Campeonato de Marcha por equipes, cuja participação nos Jogos do Rio segue em dúvida após ser acusado de doping.

"Há muitas coisas que não estão claras. Se um homem como (seu treinador) Sandro Donati se expôs tanto, significa que algo não está certo. Não acredito que Schwazer o traiu. Por esta razão espero que possa competir no Rio", disse.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo