Esporte

Gestor da CBJ garante equipe inabalável após 1º dia sem medalhas no judô

06/08/2016 17h58

Rio de Janeiro, 6 ago (EFE).- Medalhistas em Londres 2012, respectivamente com ouro e bronze, Sarah Menezes (até 48kg) e Felipe Kitadai (até 60kg) deixaram os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro neste sábado sem subirem ao pódio, algo que, segundo o gestor de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Ney Wilson Pereira da Silva, não influenciará no restante da equipe do país.

"A confiança da equipe segue inabalável, não são derrotas como estas que vão atrapalhar. Nós estamos preparados e sabíamos que isso poderia acontecer", declarou Ney Wilson na zona mista da Arena Carioca 2, local das competições de judô.

Pela primeira vez desde 2000, quando a equipe masculina de natação foi bronze no 4x100 livre, a primeira medalha brasileira em uma edição dos Jogos não foi obtida por um judoca. No Rio, quem teve a honra foi de Felipe Wu, prata no tiro esportivo.

"A gente fica feliz pelo Brasil. Não é uma competição entre esse ou aquele esporte. Ao contrário, para nós é até bom porque tira um pouco da pressão que já houve outras vezes da busca pela primeira medalha", argumentou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo