Topo

Esporte

Após briga entre torcedores, del Potro condena excessos: "não é futebol"

08/08/2016 18h18

Rio de Janeiro, 8 ago (EFE).- Responsável por eliminar o favorito Novak Djokovic dos Jogos do Rio de Janeiro, o argentino Juan Martín del Potro lamentou algumas atitudes dos torcedores presentes ao jogo em que derrotou o português João Sousa pela segunda rodada, que teve até mesmo uma troca de socos nas arquibancadas da quadra central do Centro Olímpico de tênis.

A briga entre um torcedor argentino e outro brasileiro após provocações mútuas irritou o tenista, vaiado pelo público local por conta da antiga rivalidade sul-americana. Depois da partida, Del Potro elogiou o ambiente e o público em geral, mas não escondeu a insatisfação com o episódio.

"O público produziu um clima especial, muito lindo. Gostei muito, com exceção do incidente no início da partida, que espero que não se repita. É preciso se divertir. Temos que ter paz entre as pessoas da Argentina e do Brasil. Isto não é futebol", disse 'Delpo' após a partida.

A dupla envolvida na discussão acabou expulsa por seguranças da quadra principal. O episódio, no entanto, atrapalhou o começo da partida, forçando uma interrupção por alguns minutos.

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte