Esporte

Brasil vai bem no salto, mas cai para 4º na prova por equipes da ginástica

08/08/2016 16h55

Rio de Janeiro, 8 ago (EFE).- O bom desempenho dos três atletas no salto da prova por equipes da ginástica artística, segunda rotação da final desta segunda-feira, não foi suficiente para manter o Brasil na terceira colocação, deixando os atletas do país atrás de Rússia, Alemanha e Grã-Bretanha.

A participação dos atletas da casa no aparelho foi encabeçada por Sérgio Sasaki, que obteve 15.133 pontos, em um movimento de extrema dificuldade, com dois mortais. Nem mesmo um desequilíbrio na aterrissagem atrapalhou o brasileiro.

Arthur Nory também foi bem, com pontuação 15.066, seguido por Diego Hypolito, com 14.833. Com isso, a equipe chegou a 89.364, ficando ainda próxima dos alemães, que alcançaram 89.931 e estão na segunda colocação, e dos britânicos, que vêm no terceiro posto, com 89.465. A Rússia lidera com 90.731 pontos.

A boa notícia é que o Brasil segue à frente do Japão - atual campeão mundial, que tem 88.532 pontos e está em quinto - e de China, Estados Unidos e Ucrânia, que aparecem em seguida.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo