Esporte

Green afirma que ouro motiva seleção dos EUA a brigar por cada bola no Rio

08/08/2016 21h39

Rio de Janeiro, 8 ago (EFE).- Uma das principais estrelas da NBA e campeão da liga em 2014-2015 com o Golden State Warriors, o ala-armador Draymond Green afirmou nesta segunda-feira, após vitória sobre a Venezuela por 113 a 69, que a medalha de ouro motiva os jogadores americanos a brigar por todas as bolas nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, mesmo que eles já sejam superestrelas mundiais.

"Levar a medalha de ouro para casa é o que nos motiva. E para isso você tem que se atirar no chão, tomar faltas, pegar rebotes, fazer tudo o necessário para levar vantagem", disse Green, que tem sido pouco utilizado pelo técnico Mike Krzyzewski, o 'Coach K, e na noite de hoje ficou menos de dez minutos em quadra.

"Não há atalhos. Você tem que fazer tudo o que pode. Tem que lutar mesmo que alguém ache que você é uma superestrela ou não. Basquete é basquete, bola perdida é bola perdida. Você tem que ir atrás dela assim como todos os outros", concluiu o jogador.

Com duas vitórias por mais de 40 pontos de vantagem no torneio olímpico masculino de basquete, os EUA lideram o grupo A e irão enfrentar a Austrália, adversário mais difícil da chave, na terceira rodada, que será disputada na próxima quarta-feira.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo