Esporte

Ouro no revezamento 4x100m livre, Phelps amplia reinado com 23ª medalha

08/08/2016 01h48

Rio de Janeiro, 8 ago (EFE).- Michael Phelps, o atleta mais premiado da história dos Jogos Olímpicos, chegou à 23ª medalha da carreira com o ouro conquistado pelos Estados Unidos neste domingo no revezamento 4x100m livre.

A façanha no Rio de Janeiro apenas evidencia a condição de Phelps como rei indiscutível da natação mundial. Essa vitória também significa a retomada da coroa que havia sido tirada pela equipe da França há quatro anos, em Londres.

O quarteto americano, integrado por Caeleb Dressel, Michael Phelps, Ryan Held e Nathan Adrian, que terminou a prova em 3min09s92, superou em 61 centésimos os franceses, que registraram 3min10s53 e ficaram com a prata, assim como em Pequim, em 2008.

Completou o pódio a equipe da Austrália, que graças a uma grande recuperação de Cameron McEvoy, conseguiu ultrapassar a Rússia e marcar 3min11s37 para ficar com o terceiro lugar.

O Brasil, que terminou o segundo dia de natação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro ainda sem medalhas no esporte, registrou 3min13s21 no cronômetro e encerrou a prova na quinta colocação.

Entre os destaques do dia, a americana Katie Ledecky, de 19 anos e que já tinha levado uma prata no revezamento 4x100m livre no dia anterior, pulverizou o recorde mundial e faturou o ouro nos 400m livre. A nova marca, 3min56s46, supera a que pertencia à própria nadadora, 3min58s37.

Outro recorde mundial foi derrubado na primeira decisão da noite, com a vitória da sueca Sarah Sjostrom nos 100m borboleta. O tempo de 55s48 rebaixou em 16 centésimos a marca anterior, 55s64, conquistada por ela nos Mundiais de Kazan em agosto do ano passado.

A noite de marcas históricas na natação continuou na final dos 100m peito masculino. Após estabelecer um novo recorde mundial nas baterias, 57s55, o britânico Adam Peaty superou a própria marca e levou o ouro neste domingo, com 57s13.

A vitória de Peaty destrona o sul-africano Cameron Van der Burgh, campeão em Londres, que ficou com a prata no Rio de Janeiro. O bronze da prova foi conquistado pelo americano Cody Miller.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo