Esporte

Capitão brasileiro brinca com polêmica: "Podem colocar água preta"

10/08/2016 22h20

Rio de Janeiro, 10 ago (EFE).- O atacante Felipe Perrone, capitão da seleção brasileira de polo aquatico, demonstrou bom humor após a vitória sobre a Sérvia por 6 a 5 desta quarta-feira, que classificou a equipe para as quartas de final por antecipação, e fez piada sobre a polêmica criada sobre a coloração esverdeada da água da piscina do Centro Aquático Maria Lenk.

"A gente treinou tanto, batalhou tanto, que podem colocar água preta na piscina que a gente vai se matar e não vai haver reclamação. Claro que é melhor que a água esteja limpa e boa, mas se está verde, a gente se esforça mesmo assim porque jogar uma Olimpíada em casa é inesquecível", declarou o camisa 10 do Brasil na zona mista do Maria Lenk.

Nascido no Rio de Janeiro, Perrone defendeu a seleção espanhola até 2014 e foi vice-campeão mundial em 2009. Ele admitiu que quando passou a servir o Brasil, há dois anos, não esperava bater os sérvios, bronze em Londres 2012 e atuais campeões mundiais.

"Eu achava que poderíamos ir longe, mas ganhar da Sérvia é ganhar do 'dream team' americano (de basquete). Os caras estão há três anos ganhando tudo, e hoje a gente fez história", destacou o capitão da seleção, que, no entanto, evitou qualquer tipo de euforia após a conquista do terceiro triunfo em três rodadas.

"A gente tem de ir passo a passo. Conhecendo o Ratko (Rudic, técnico), ele vai colocar nossos pés no chão rapidinho. Agora temos de encontrar a melhor forma de nos prepararmos para as quartas de final, que serão muito duras. Mas com 18 mil pessoas num estádio aquático, por que não sonhar?", perguntou-se.

Autor do gol da vitória por 6 a 5 batendo pênalti, o também atacante Gustavo descreveu o momento e revelou que não treinou cobranças nesta quarta por um motivo inusitado.

"Foi um momento de concentração e confiança, de cabeça, porque a gente treina no dia a dia. Hoje foi engraçado porque pela manhã o Duda (auxiliar técnico) me perguntou se eu treinaria pênalti, e eu disse 'hoje não é dia, o pessoal da Sérvia está aí'. Eu já tinha treinado antes, por que vou mostrar ao goleiro como bato?", argumentou.

A vitória do Brasil teve um fator curioso. O goleiro titular da equipe da casa, Slobodan Soro, é sérvio, e preferiu não falar com a imprensa. Ele foi o primeiro a passar pela zona mista e não se pronunciou.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo