Esporte

Após 9º lugar, Sasaki diz que poderia ter subido ao pódio e lamenta lesões

11/08/2016 00h29

Rio de Janeiro, 10 ago (EFE).- Atrapalhado por uma série de lesões desde o ano passado, que obrigaram inclusive a intervenções cirúrgicas no ombro e no joelho, o ginasta brasileiro Sergio Sasaki se disse satisfeito com o nono lugar obtido na final do individual geral dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro nesta quarta-feira, mas considerou que poderia ter ido mais longe caso tivesse feito uma preparação mais sólida.

"O que eu projetei desde sempre é dar meus 100%. Talvez se eu tivesse tido uma preparação melhor eu poderia ter sido segundo ou terceiro. Dentro das circunstâncias, meus 100% me renderam o nono lugar, mas conseguir fazer o meu trabalho, e isso é o mais importante. Talvez minha felicidade seja maior que a do Oleg, que ficou em segundo e poderia ter vencido", analisou Sasaki, que obteve uma pontuação final de 89.198.

"É uma posição boa, mas o mais importante é que consegui meus 100%, algo que é tão difícil para um atleta de alto rendimento. Consegui fazer o que treinei, e é isso que me deixa mais feliz. Eu não tenho poder sobre a nota que os árbitros vão me dar, mas tenho o poder sobre o que faço para treinar. Se fui primeiro ou último, a posição é é algo relativo e difícil de comentar, mas consegui fazer meu trabalho e me sinto realizado", completou.

A nona colocação do ginasta, descendente de japoneses, foi a melhor de um brasileiro no individual geral em toda a história, mas ele garantiu que quer mais e já mira o próximo ciclo olímpico.

"Poder ver os outros atletas treinando e treinar junto com eles, poder estar aqui e ainda ser o melhor brasileiro mostra que eu poderia ter chegado mais longe. Mas o esporte é feito de superação. Sou novo, tenho muita vontade e quero continuar treinando para ir mais longe, ir aos Jogos de Tóquio ou a outros, ir aonde meu corpo deixar", projetou Sasaki, de 24 anos.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo