Esporte

Campeonato Inglês começa com pesos-pesados nos bancos de reservas

12/08/2016 16h40

Londres, 12 ago (EFE).- O Campeonato Inglês terá pontapé inicial neste fim de semana com uma constelação de técnicos comandando os bancos de reservas, com destaque para o espanhol Josep Guardiola e o português José Mourinho, enquanto o veterano italiano Claudio Ranieri defende o título com o Leicester.

A lista de grandes nomes é longa, passando pelo alemão Jürgen Klopp, o italiano Antonio Conte, o francês Arsène Wenger, além de alguns profissionais emergentes, como o argentino Mauricio Pochettino, o holandês Ronald Koeman.

Guardiola, Mourinho e Conte são os recém-chegados nesse grupo. O primeiro fará pelo Manchester City a estreia na liga inglesa após brilhar nas passagens por Alemanha e Espanha, enquanto o segundo tenta uma recuperação no rival United, após a demissão, em dezembro, do Chelsea, nova casa do ex-técnico da seleção italiana.

Eles se juntam a técnicos de prestígio que já atuavam na Inglaterra, como Arsene Wenger, comandante do Arsenal há mais de 20 anos, Jürgen Klopp (Liverpool), Mauricio Pochettino (Tottenham), Claudio Ranieri (Leicester City, atual campeão), Slaven Bilic (West Ham) e Ronald Koeman, que trocou o Southampton pelo Everton.

A curiosidade é que, dos grandes nomes, nenhum é inglês. A lacuna acaba destacando os poucos treinadores locais. Somente três deles estarão no campeonato deste ano: o jovem Eddie Howe, do supreendente Bournemouth, Sean Dyche, de volta à elite com o Burnley, e Alan Pardew, que segue no comando do pujante Crystal Palace.

Um dos técnicos ingleses que costumam comandar equipes na Premier League, o veterano Sam Allardyce desta vez não participará da competição, já que trocou o Sunderland pela oportunidade de dirigir a seleção do país, após eliminação precoce na Eurocopa.

Outros três britânicos comandarão clubes no Inglês: os galeses Tony Pulis (West Bromwich) e Mark Hughes (Stoke City), acompanhados do escocês David Moyes (Sunderland). O número ainda pode aumentar com o Hull City, ainda sem comando a um dia da estreia.

A temporada terá também cinco estreantes, todos estrangeiros. São dois italianos (Conte e Walter Mazzarri, com Chelsea e Watford, respectivamente), dois espanhóis (Aitor Karanka, no Middlesbrough, e Josep Guardiola, no City) e um francês (Claude Puel, no Southampton).

O período de transferências que antecedeu a temporada, aliás foi um dos mais movimentados dos últimos anos. Ao todo, foram oito trocas de comando, com as saídas de Louis Van Gaal, do United, Manuel Pellegrini, dos 'Citizens'.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo