Esporte

Etíope quebra recorde mundial e conquista 1º ouro do atletismo no Rio 2016

12/08/2016 12h34

Rio de Janeiro, 12 ago (EFE).- A fundista Almaz Ayana, da Etiópia, conquistou nesta sexta-feira a primeira medalha de ouro do atletismo nos Jogos Olímpicos do Rio ao ganhar a final dos 10 mil metros com um novo recorde mundial: 29min17s45.

Com sua marca, Ayana desbancou a chinesa Junxia Wang, que ostentava o recorde da prova desde 8 de setembro de 1993, com o tempo de 29min31s78, durante o Mundial de atletismo de Stuttgart.

Assim, desaparece dos livros oficiais a última marca sob suspeita pertencente à equipe do chinês Ma Junren, o técnico que na década de 1990 atribuía as marcas de seus atletas ao consumo de sangue de tartaruga.

A final feminina dos 10 mil metros oferecia à também etíope Tirunesh Dibaba a oportunidade de se transformar na primeira atleta a conquistar três títulos olímpicos consecutivos em uma prova individual, mas graças ao desempenho de sua compatriota, Dibaba teve que se contentar com o terceiro lugar.

A queniana Vivian Cheruiyot, atual campeã do mundo e bronze olímpico em Londres 2012, ficou com a segunda colocação, cruzando a linha de chegada 15 segundos depois de Ayana.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Facebook Messenger

Receba as principais notícias do dia. É de graça!

Mais Esporte

Topo